Quinta-Feira, 07 de Dezembro de 2017, 07h:10
Tamanho do texto A - A+
TRANSPORTE COLETIVO

Estação Alencastro está 80% concluída das obras concluídas

Por: SICOM

Luiz Alves

ponto de onibus

A Estação Alencastro tem uma capacidade de acomodação simultânea equivalente a 760 pessoas

As obras da Estação de ônibus Alencastro seguem em ritmo acelerado, com a finalização da superestrutura do espaço, os trabalhos de construção foram 80% concluídos.  Esta semana começaram a parte das instalações elétricas, pintura interna, instalação de portas, vidros e brises, juntamente com as louças sanitárias.

 

A previsão é que o sistema de ar condicionado seja entregue até o final de semana e a instalação de 150 placas solares deve começar na próxima semana, assim como o calçamento do entorno da Alencastro. O novo ponto de parada será climatizado e vai operar de maneira sustentável e eficiente, aos moldes dos padrões internacionais que vigoram na construção de abrigos de ônibus nas principais capitais do mundo.

 

“A Estação Alencastro vai ser a marca de uma gestão humanizada do prefeito Emanuel Pinheiro, pois é a primeira do Centro Oeste nesse modelo, totalmente climatizada e autossustentável”, conta o Secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo.

 

O terminal vai contar também com um ponto da MTU para que os usuários possam fazer a recarga dos cartões. Recebendo até cinco mil passageiros por dia, com uma capacidade de acomodação simultânea equivalente a 760 pessoas, a estação traz uma tecnologia inovadora idealizada pelo prefeito Emanuel Pinheiro.

 

“Ela terá painel informativo indicando a chegada e saída dos ônibus. O sistema mostra ainda o prazo de chegado do coletivo no terminal. Essa é a marca dessa gestão, humanização e conforto aos usuários de transporte”, afirma Antenor.

 

A Estação Alencastro será o ponto de parada mais utilizado pelos usuários que contam com o transporte público para se dirigir a locais como o Santa Amália, Terminal do CPA I, Grande Terceiro,

Terminal Antártica, Jardim Gramado, Santa Terezinha, Pedra 90, entre outros.  Ao todo, uma frota equivalente a 41 veículos fará sua parada em horários pré-estabelecidos no espaço. O fluxo de percursos efetuados também será elevado nos horários de pico. Das 6h às 8h, cerca de 100 viagens serão feitas. Entre às 11h e 13h, 71 serão realizadas, enquanto ao final do dia - mais precisamente entre às 16h e 18h - o número volta a crescer, atingindo aproximadamente 85 corridas.

 

“Isso é só o começo do que temos previsto para o transporte coletivo. O prefeito quer trazer os ônibus elétricos, cuja viabilidade será estudada pela prefeitura e pela Arsec, assim como o novo modelo de licitação, que em 60 dias deve ser entregue, dois pontos priorizados por Emanuel Pinheiro durante sua campanha, ou seja, a licitação do transporte coletivo e os novos ônibus”, conclui o Secretário.





Edição 116 Dezembro 2017

COLUNISTAS
Enquete


BLOGS MAX


© 2016 NOTÍCIA MAX - Todos os direitos reservados.