PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Segunda-Feira, 24 de Junho de 2019, 17h:44
Tamanho do texto A - A+
ESPORTE
JOGOS ESCOLARES Twitter

Dedicação e profissionalismo movem o maior evento esportivo escolar do Estado

Por: REDAÇÃO

Ao participar ou assistir as disputas da maior competição escolar de Mato Grosso, muita gente não faz ideia dos esforços para sua realização. Os bastidores dos Jogos Escolares da Juventude envolvem uma organizada logística de infraestrutura e trabalho em equipe que garantem o envolvimento consciente de jovens em fase escolar ao ambiente competitivo. 

 

De definições de calendário e de municípios-sede à elaboração de relatório final de cada etapa efetivada, os servidores da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) se organizam de forma em que cada envolvido sabe a importância de seu papel para o sucesso do evento esportivo.

 

Nesta semana os esforços são dobrados, já que a etapa regional da competição escolar acontece praticamente ao mesmo tempo em duas regiões distintas do Estado. De 20 a 25 de junho, o município de Querência, localizado no Vale do Araguaia, a quase mil quilômetros de Cuiabá, recebe as disputas das escolas da região esportiva Leste. E Juína, distante da capital mato-grossense em mais de 700 km, sedia os jogos da região noroeste, de 21 a 26 de junho.

 

O arranjo providenciado para atender as localidades abrangerá duas equipes da secretaria adjunta de Esporte e Lazer da Secel, chamadas de Comitê Dirigente dos Jogos. Cada comitê é composto pelas coordenações geral, técnica, operacional, de modalidades e arbitragem e a de vivências de inclusão, além da secretaria geral.

 

O coordenador geral é o responsável por adotar todas as medidas necessárias ao bom desenvolvimento do evento, tais como supervisionar os trabalhos e tomar medidas de caráter administrativo. Em Querência e Juína, a coordenação geral ficou sob a competência dos profissionais de educação física, Marcos Natanael de Andrade e Celso Queiroz Silva, respectivamente.

 

“É um trabalho que engloba várias ações imprescindíveis. Então precisamos ficar atentos, providenciando e conferindo uma por uma das atividades necessárias, trabalhando em parceria, inclusive com a gestão municipal, tudo para que ao final os Jogos Escolares tragam os benefícios do esporte aos estudantes e a todos os envolvidos”, explica o secretário adjunto de Esportes e Lazer da Secel, Jefferson Carvalho.

 

Atividades

 

Antes mesmo do início da etapa regional, cada comitê dirigente providencia todos os encaminhamentos para confirmar segurança, infraestrutura dos locais de competição e de alojamento, organização da abertura oficial e contratação de arbitragem.  

 

Na tarde do mesmo dia da abertura oficial dos Jogos, o comitê se reúne com representantes das delegações no congresso técnico da competição, que é o espaço em que se confirmam as inscrições dos municípios e se realiza o sorteio para composição de chaves de disputas. É também no congresso técnico que são repassadas orientações aos treinadores sobre o incentivo a comportamentos de respeito ao adversário e de consciência de valores, potencialidades e limitações nos jovens atletas.

 

As tarefas de elaborar tabela, horário e locais de jogos, receber e conferir as súmulas e os resultados dos jogos, ficam a cargo da coordenação técnica. Auxiliada pelo coordenador de modalidades e arbitragem, é também responsável por coordenar a arbitragem e controlar a documentação dos atletas inscritos.

 

Já o trabalho da coordenação operacional consiste em providenciar materiais administrativos e esportivos específicos de cada modalidade, além de vistoriar as instalações esportivas e não esportivas. E, para manter as delegações informadas sobre atividades, regras, tabela de jogos e resultados, o serviço do secretário geral entra em ação.

 

Por envolver atletas em fase escolar com um ambiente competitivo, a organização dos Jogos Escolares faz questão de proporcionar experiências para o crescimento pessoal desses jovens. Práticas de experiência do esporte por pessoas deficientes, como basquete em cadeiras de rodas e futebol de cegos são oferecidas pela coordenação de vivências de inclusão, que faz do refeitório um centro de integração entre as equipes.

 

 

“Antes, durante e depois de cada etapa regional, empenho e profissionalismo movem os Jogos Escolares, com o trabalho intenso de nossas equipes merecedoras de medalhas pela dedicação com que realizam suas atividades”, elogia o secretário da Secel, Allan Kardec.   

 

Programação

 

Regional Leste

Período: 20 a 25 de junho

Município-sede: Querência/MT

Municípios participantes: Água Boa, Barra do Garças, Bom Jesus do Araguaia, Campinápolis, Canarana, Gaucha do Norte, Nova Xavantina, Novo São Joaquim, Pontal do Araguaia, Querência, Ribeirão Cascalheira, Ribeirãozinho e Torixoréu

 

Regional Noroeste 

Período: 21 a 26 de junho 

Município-sede: Juína/MT

Municípios participantes: Aripuanã, Castanheira, Campo Novo do Parecis, Colniza, Cotriguaçu,  

Porto dos Gaúchos, Juara, Juína, Juruena e Novo Horizonte do Norte 

 

Twitter

PUBLICIDADE



Veja mais sobre este assunto:

Edição 187 Julho de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados