PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Segunda-Feira, 24 de Junho de 2019, 14h:11
Tamanho do texto A - A+
POLÍCIA
"SALVE" Twitter

Avô investigado por estuprar as 2 netas é amarrado e tem testículos cortados

Por: G1-MT

Reprodução

AVO

 

Um homem que era investigado suspeito de ter estuprado as duas netas dele foi atacado e teve os testículos cortados na noite desse domingo (23) no município de Itanhangá, a 447 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Civil, dois homens encapuzados invadiram a casa dele, o amarraram e cortaram os testículos dele.

 

Segundo o delegado Nilson Farias, a suspeita é de que os agressores sabiam que ele era investigado pelo crime e decidiram fazer 'justiça' por conta própria.

 

O homem, de 49 anos, é suspeito de ter estuprado as netas em 2016 no município de São José do Rio Claro, a 325 km da capital. À época as vítimas tinham 5 e 6 anos.

 

Ele estava em casa com a mulher o filho quando dois homens encapuzados invadiram a propriedade.

 

Os dois homens levaram a vítima para fora da residência, amarraram as mãos e os pés dele. Em seguida eles cortaram os testículos da vítima. Os agressores levaram um aparelho celular da mulher dele.

 

“Ele era investigado por ter praticado crimes de estupro contra etas, de 5 e 6 anos. [À época] pedi a prisão dele e ele fugiu. É um crime que incita o ódio na população e, as pessoas sabendo do crime dele no passado, utilizaram a vingança tentando decepar o órgão”, disse o delegado.

 

A família socorreu e vítima, inicialmente para um posto de saúde de Itanhangá. Depois, ele foi encaminhado para Hospital Regional de Sorriso, cidade a 420 km de Cuiabá.

 

“Isso também é um crime. Não é porque ele é um criminoso que as pessoas têm direito de fazer vingança com as próprias mãos”, criticou Farias.

 

A assessoria do Hospital Regional de Sorriso informou que o ferimento, de certa forma, foi superficial e que o paciente está internado na unidade.

Twitter

PUBLICIDADE



Edição 204 Novembro de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados