Cuiabá, 22 de Junho de 2024
Notícia Max
22 de Junho de 2024

CIDADES Domingo, 04 de Julho de 2021, 11:53 - A | A

Domingo, 04 de Julho de 2021, 11h:53 - A | A

CUIABÁ

Roda de conversa “Autoamor” é lançada pela Secretaria da Mulher

Os encontros serão quinzenais, em um ambiente seguro e discreto, onde essas mulheres poderão compartilhar suas experiências

Redação

O primeiro ciclo da roda de conversa ‘Autoamor’ foi lançado na última sexta-feira (2), pela equipe multidisciplinar da Secretaria Municipal da Mulher. Esse projeto foi idealizado pela equipe do Espaço de Acolhimento para as Mulheres e pela primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro e tem como objetivo ajudar a resgatar a autoestima de mulheres que são vítimas de violência doméstica.

De acordo com a secretária da pasta da Mulher, Luciana Zamproni, os encontros serão quinzenais, em um ambiente seguro e discreto e com uma equipe reduzida para que todos os cuidados sejam tomados devido a pandemia. Ela explica que durante a roda de conversa serão realizadas atividades que possibilitarão que elas identifiquem indícios de violência, relações abusivas, além da troca de experiências e o compartilhamento de ideias que auxiliam para o fim do ciclo da violência doméstica.

“Estes encontros vão mostrar para essas mulheres tão machucadas que existem outras que também passaram pela mesma situação ou viveram experiências muito pior que a delas. E o falar é uma forma de cura, de se perdoar e de reconstruir a auto estima”, explica.

Durante a primeira reunião cerca de 6 mulheres que são assistidas pelo Espaço de Acolhimento, participaram da roda. Algumas relataram a violência sofrida, traumas, superação, participaram de dinâmicas e receberam orientações, tudo mediado por uma psicóloga e pela equipe da secretaria da Mulher.

Para a psicóloga e coordenadora do Espaço de Acolhimento, Thayssa Ferraz, o grande propósito da roda de conversa ‘Autoamor’ é o de desenvolver estratégias positivas de enfrentamento da situação de violência e promover a aquisição do autoconhecimento, além de garantir a autonomia e autoestima.

“Foram as nossas assistidas que começaram a nos pedir uma atividade em que elas poderiam trocar experiências e foi aí que começamos a desenvolver este projeto da roda de “Autoamor”. Quero destacar que esses encontros são abertos para todas as mulheres que necessitarem de acolhimento, atenção, amor ou direcionamento”, afirma.

Segundo a primeira-dama, Márcia Pinheiro, estas reuniões serão o momento em que essas mulheres tão machucadas poderão ouvir e contar suas histórias. Ela destaca que o enfretamento à violência e apoio às vítimas é um trabalho construído no dia a dia. Mesmo que exista muita resistência, principalmente da família do agressor e vítima, as mulheres se sentem desprotegidas e acuadas, e é nesse momento que as políticas públicas precisam ser colocadas em prática.

“Precisamos estar do lado, abraçar e acolher, levando informações sobre direitos e restabelecer a autoconfiança. Por isso é tão importante desenvolver essas políticas públicas e dar o suporte necessário para que essas mulheres superem a sensação de fragilidade e impunidade diante dos agressores. Tenho certeza que essa roda “Autoamor”, irá mudar a vida de muitas assistidas”, conclui.

Para participar do grupo de conversa, as interessadas devem procurar o Espaço de Acolhimento, instalado no Hospital Municipal de Cuiabá ou entrar em contato pelo telefone: 3318-4818.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários