Cuiabá, 28 de Maio de 2024
Notícia Max
28 de Maio de 2024

POLÍTICA & PODER Quinta-feira, 03 de Novembro de 2016, 14:52 - A | A

Quinta-feira, 03 de Novembro de 2016, 14h:52 - A | A

NO PAIAGUÁS COM TAQUES

Prefeito eleito defende "Pacto por Cuiabá"

GD

taques e Emanuel

Marcus Vaillant

O prefeito eleito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (PMDB) foi recepcionado na manhã desta quinta-feira (3) pelo governador Pedro Taques (PSDB). O primeiro encontro de ambos ocorreu no Palácio Paiaguás e durou aproximadamente 30 minutos. Ao final, em coletiva à imprensa, o peemedebista saiu em defesa de uma aproximação de sua gestão enquanto prefeito de Cuiabá com o governo do Estado, ainda que pertença a um grupo político de oposição a Taques.

“Foi uma visita oficial de alto nível marcando o que será a nossa relação. Institucional, republicana e pensando na população cuiabana. Deixamos claro que o processo eleitoral foi encerrado e pelo povo cuiabano vamos nos unir e avançar nas parcerias necessárias. O governador se colocou a disposição para auxiliar a futura gestão municipal. Taques é cuiabano e vai atuar em defesa do povo”, disse.

 

Questionado se fez algum pedido especial a Taques, Emanuel Pinheiro disse que não encaminhou nenhuma demanda. O peemedebista, que exerce mandato de deputado estadual na Assembleia Legislativa, disse que se colocou a disposição para interceder junto com a bancada federal de Mato Grosso para receber do governo federal a quantia próxima de R$ 400 milhões referente ao FEX (Fundo de Auxílio de Fomento à Exportação).

 

“É de nosso interesse que o Estado consiga ter seus repasses devidamente recebidos pela União e com o caixa equilibrado. Sem o auxílio do Estado, o município dificilmente conseguirá concluir obras estratégicas a população como o novo Pronto Socorro. O governador Pedro Taques, prometeu se empenhar em auxiliar o município também, e não esperava outra postura que não fosse essa”, destacou.

 

Por outro lado, o governador Pedro Taques afirmou que o diálogo com Emanuel Pinheiro foi pautado pelas obras que a atual gestão estadual está conduzido em Mato Grosso, com destaque para o auxílio de R$ 50 milhões nas obras do novo Pronto Socorro de Cuiabá, o auxílio financeiro ao Hospital São Benedito e a recuperação do asfalto na Avenida do CPA.

 

Apesar de reconhecer a posição divergente no cenário político, Taques disse que não vê problema algum para manter uma boa relação com a futura gestão do PMDB no município.

 

“O patrão do político é o povo e nós devemos respeitar a vontade das urnas. Emanuel Pinheiro foi eleito pelo povo e nós vamos manter o mesmo modelo de gestão. Nenhum prefeito em Mato Grosso pode alegar que sofreu alguma discriminação por questão partidária. Isso é inimaginável numa gestão pública”.

 

O governador ainda ressaltou que mantém uma boa relação pessoal com o futuro prefeito de Cuiabá. “Conheço Emanuel Pinheiro desde criança e sempre mantivemos uma relação cordial”.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários