PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Quinta-Feira, 09 de Janeiro de 2020, 13h:21
Tamanho do texto A - A+
AGRONEGÓCIO
ESTIMATIVAS Twitter

Conab diz que revisará dados sobre soja

Por: AGROLINK

REPRODUÇÃO

SOJA

 

A estimativas de oferta e demanda de soja da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra 2018/19 do Brasil, já finalizada, estão em revisão, disse a estatal.

 

A revisão ocorre após exportações de soja do Brasil acima das expectativas e na sequência da colheita de uma safra menor em 2018/19 ante o recorde do ciclo anterior.

 

A Conab não respondeu imediatamente o motivo da revisão nos números, após questionamentos por e-mail. Disse apenas que será divulgado brevemente um novo quadro de oferta e demanda para a soja, sem citar prazos.

 

“Em virtude da conclusão dos dados da safra 2018/19, finalizado em 31 de dezembro de 2019, as estimativas estão passando por um processo de revisão e em breve será divulgado um novo quadro de oferta e demanda para a soja”, afirmou a Conab.

 

O processo de revisão ocorre após o Brasil exportar um volume acima do esperado em 2019, que atingiu 77,9 milhões de toneladas, de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

 

Ainda que tenham caído ante o recorde de 2018, de 83,8 milhões de toneladas, as exportações do maior exportador global da oleaginosa fecharam acima da projeção da indústria, de 72 milhões de toneladas de soja.

 

No balanço de oferta e demanda de grãos e oleaginosas divulgado na véspera, referente ao levantamento de janeiro, a Conab simplesmente não apontou informações para a soja.

 

A safra de soja 2018/19 havia sido apontada pela estatal em dezembro em 115 milhões de toneladas. Já as exportações eram esperadas pela Conab em 70 milhões de toneladas. No relatório desta semana, a estatal também não divulgou projeção para as exportações da safra 2019/20 .

 

Em agosto do ano passado, o diretor de Política Agrícola e Informações da Conab, Guilherme Bastos, havia dito à Reuters que o quadro de oferta e demanda do Brasil estava bem apertado, após uma quebra de safra.

 

Ele disse ainda, naquela oportunidade, que o quadro da Conab não dava espaço para exportações de 72 milhões de toneladas em 2019, conforme estimava à época a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), e que a estatal estava “revisitando” seus números.

 

Ainda assim, a Conab não alterou suas projeções desde então. A Abiove, em dezembro, ainda apontava 72 milhões de toneladas para as exportações em 2019.

 

A Conab havia estimado em dezembro estoques finais na temporada 2018/19 em 1,57 milhões de toneladas.

Twitter

PUBLICIDADE



Edição 216 Fevereiro de 2020

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados