PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 09h:08
Tamanho do texto A - A+
CIDADES
VÁRZEA GRANDE Twitter

Proerd forma 690 estudantes de sete escolas municipais

Por: Redação

 

A prefeitura de Várzea Grande por meio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, deu início na última quinta-feira (14), às formaturas do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD). O Programa consiste num esforço cooperativo da Polícia Militar, Escola e Família, visando preparar crianças e adolescentes para fazerem escolhas seguras e responsáveis, a partir de um modelo de tomada de decisão. Por meio de atividades educacionais em sala de aula, os jovens recebem estratégias adequadas para tornarem-se bons cidadãos, resistir à oferta de drogas e ao apelo da violência. Com ações direcionadas a toda a comunidade escolar e aos pais ou responsáveis. Nesta primeira cerimônia foram 270 formandos da Escola Municipal de Ensino Básico Jaime Veríssimo de Campos Junior. 

 

O projeto foi desenvolvido em duas etapas, sendo divididos por semestres. Nessa segunda etapa foram sete escolas contempladas pelo programa que tem como objetivo levar conscientização às crianças sobre o que são as drogas e quais suas consequências. O evento celebrou a formação da primeira das sete turmas que estão encerrando os trabalhos em Várzea Grande em 2019. A expectativa para o ano que vem é de que um número maior de escolas sejam inclusas no Projeto.

 

O programa atende alunos do 5º ano do ensino fundamental, que segundo o representante do município junto ao Projeto, João Vieira Rocha, o programa atende alunos do 5º ano do ensino fundamental, que são estudantes que representam a faixa etária de alunos que estão se tornando formadores de opinião e é importante conscientiza-los quantos às suas escolhas. José Vieira explicou ainda que as atividades desenvolvidas dentro do Programa são interligadas com as demais disciplinas regulares, além de trabalhar situações como: produção de texto, estatística, gráficos, com o intuito de promover a interdisciplinaridade do currículo escolar. Ao final, os alunos desenvolvem uma redação sobre o que aprenderam durante o programa e as melhores são premiadas no dia da formatura. 

 

"O papel do Proerd dentro das salas de aula é de desenvolver nos jovens estudantes habilidades que lhes permitam evitar influências negativas como às drogas e violência, promovendo os fatores de proteção, além disso estabelecer relações positivas entre alunos e policiais militares, professores, pais, responsáveis legais e outros líderes da comunidade escolar", explica João Vieira. 

 

A Superintendente Pedagógica, Gonçalina Rondon, frisa que o trabalho desenvolvido com as crianças e adolescentes nas salas de aulas têm repercutido nos bairros, onde as unidades estão localizadas. “Percebemos o envolvimento dos pais e de toda a comunidade, isso é o que faz com que o programa seja um sucesso". Em seu pronunciamento, a professora ainda pediu aos pais que continuem esse trabalho junto à seus filhos".     

 

Ainda de acordo com Gonçalina, a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer têm intensificado as ações para a prevenção e o combate ao uso de drogas em Várzea Grande. Uma dessas iniciativas é a parceria com a Polícia Militar que possibilita a realização do programa nas escolas da rede pública municipal. 

 

O Tenente Coronel PM Sízano, frisou sobre a importância do programa dentro e fora da escola e como os pilares do projeto ajudam na formação da cidadania dentro do ambiente escolar, e principalmente, a contribuição da família nesse contexto. Ele aproveitou para elogiar o carinho recíproco entre os envolvidos no projeto e enfatizou as responsabilidades que a partir de agora os alunos carregam em escolher suas alternativas, além de enfatizar a importância do diálogo familiar como suporte à prevenção às drogas e o corpo de alunos em si, como geração construtora que no futuro terão à frente seus membros, movimentando a sociedade.

 

Segundo Sízano, em Mato Grosso o Programa é desenvolvido há mais de 18 anos e consiste em atividades educacionais preventivas, que tem como principal foco a orientação e a conscientização do público alvo, sendo considerada uma forma de prevenção primária. O Programa conta com um extenso material de apoio, a exemplo de livros, cartazes e assessórios que são utilizados pela corporação incluindo boné e colete. 

 

“O conteúdo desenvolvido pelo Proerd também proporciona um trabalho cooperativo entre a escola e a família, que visa fornecer informações sobre drogas, violência, resolução de conflitos, estratégias para o fortalecimento do vínculo familiar, fatores de proteção e risco, entre outros”, disse o Coronel. 

 

Ao todo 07 escolas municipais com aproximadamente 690 estudantes da rede pública de ensino municipal participam do projeto e devem realizar suas formaturas nessa final de ano. As unidades são: Salvelina Ferreira da Silva, Lúcia Leite Rodrigues, Aristides Pompeo de Campos, Padre Luiz Maria Ghisoni, Air Addor, Benedita Bernardina Curvo e Jaime Veríssimo de Campos Junior. Os trabalhos foram desenvolvidos uma vez por semana, desde abril desse ano. Os coordenadores do programa visitaram as salas de aula e abordaram com os estudantes diversos temas, como: bullying, educação no trânsito, drogas, dentre outros.

Twitter

PUBLICIDADE



Veja mais sobre este assunto:

Edição 207 Dezembro de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados