PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Quinta-Feira, 23 de Janeiro de 2020, 16h:50
Tamanho do texto A - A+
CIDADES
RECONHECIMENTO Twitter

Selo é lançado em homenagem aos 53 anos do Crea-MT

Por: Crea

 

O Regional Mato-grossense e os Correios lançaram terça-feira, 21 de janeiro, durante a primeira plenária de 2020, o selo personalizado em homenagem aos 53 anos de existência do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT).

 

“Hoje é um dia muito especial. O selo simboliza   as mais de cinco décadas de trabalhos prestados em defesa da sociedade, mostrando a importância desse órgão fiscalizador. Aproveito para relembrar dos importantes profissionais  que repassaram pelo conselho , considerados ícones desde a existência do Crea-MT. Como atual gestor dessa autarquia tenho a consciência de que vários presidentes que ocuparam a cadeira  desde o primeiro,   que implantou o Regional Mato-grossense, engenheiro civil e sanitarista Mário da Silva Saul, até os gestores  que passaram pelo conselho certamente estavam incluídos na melhor intenção de construir um Regional  que fosse bom para todos e deram sua contribuição, ou seja, é um conjunto da dedicação em prol de um trabalho melhor e com grandes resultados”, detalhou o presidente do Crea Mato Grosso, João Pedro Valente durante o lançamento.

 

Valente destacou que os profissionais da engenharia são “fazedores”, bons para executar obras e elaborar projetos, porém os conselhos de profissões estão sendo ameaçados com a  Proposta  de Emenda à Constituições (PEC), que atinge esses órgãos, inclusive com proposituras de mudança no regime jurídico dos órgãos. Com o Crea-MT,  os profissionais têm a segurança de que as obras de engenharia, agronomia, metrologia e geociência serão executadas tendo sempre um profissional do Sistema Confea/Crea qualificado por trás dos trabalhos.

 

“ Os engenheiros estão fazendo a diferença no estado de Mato Grosso e desse país. São grandes desbravadores da tecnologia, presentes na indústria, nas obras e infraestrutura.  É  o profissional da engenharia que faz a diferença. Tanto que atualmente temos um governador engenheiro e estamos fazendo também a diferença. Volto ao tempo acadêmico, onde os professores sempre diziam, o engenheiro está preparado para tudo, tanto que os melhores executivos do mundo  são profissionais da engenharia. E quando se reportamos a nossa casa, que é Crea-MT, ficamos satisfeitos de ver grandes personagens que se destacaram no desenvolvimento desse mundo. Não só do país, mas do estado de Mato Grosso. Parabéns ao Crea Mato Grosso e aos  Correios em prestigiar   os  53 anos da autarquia  por meio do selo, imortalizando mais uma vez nosso Conselho”, disse o representante do governador de Mato Grosso, secretário adjunto de Logística e Concessão da Sinfra-MT, engenheiro civil, Huggo Waterson Lima dos Santos

 

O superintendente dos Correios em Mato Grosso, Gilson Espirito Santo Cunha, destacou que para os correios é uma grande satisfação e uma honra participar desse momento de grande relevância,  que é o  lançamento do selo personalizado em homenagem ao aniversário de 53 anos do conselho de profissão. De acordo com Gilson, a importância desse encontro está baseada no fato de que os selos postais eternizam histórias, da mesma forma ocorrerá na biografia do Crea-MT, que tem prestado relevantes serviços ao povo de Mato Grosso, por meio da atuação competente   de seus profissionais. Os selos personalizados são a modalidade de edição postal que transformam marcas ou mensagens institucionais nesse selo, que poderá circular nos objetos postais, tramitando nos municípios do estado, país e no mundo.

 

Para o deputado estadual, Eng. civil Sebastião Rezende parabenizou  o Regional Mato-grossense pelo gesto louvável e brilhante de valorizar os  53 anos de história do Crea-MT registrado  no selo,  é sem dúvida, marcante para todos os engenheiros, falando  como  profissional da engenharia, sentindo-se homenageado juntamente com milhares de profissionais registrados no  sistema.

 

“ Sou ex-presidente do Crea-MT. Durante os dez anos juntamente com vários colegas   conselheiros nesse período, trabalhamos muito em prol da  engenharia, agronomia, metrologia e geociência de Mato Grosso. Profissão importante  para o desenvolvimento do país. Aproximadamente 80% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional depende das engenharias. Hoje mais de 300 profissões, desde a base, que é o agronegócio até a indústria de transformação do Brasil, está envolvido um engenheiro na condução dos trabalhos tendo como meta o  desenvolvimento do país”, disparou o diretor financeiro da Mútua nacional, Eng. civil e de segurança do trabalho Juares Samaniego Silveira. O evento também  contou com a participação da representante do deputado federal Emanuel Pinheiro Neto, Nanda Luz Soares.

 

Na oportunidade, o presidente do Crea-MT, João Pedro Valente, juntamente com o ex-presidente, Juares Samaniego e representantes de outros ex-presidentes de Creas “in memoriam” chancelaram o selo de 53 anos do Regional Mato-grossense. Representando o ex-presidente Eng. civil e sanitarista Mário da Silva Saul, a esposa Milca de Lima Saul e a neta Taisa Saul Amiden . O Eng. civil Sátyro Pohl Moreira de Castilho, foi representado pelo filho Genro Marcos Bonnemasou de Barros.

 

O ex-presidente do Crea-MT, Eng. civil, Rubens Paes de Barros Filho foi representado pela esposa Terezinha Cintra Paes de Barros. O Eng. agrônomo, Anabil Machado Lobo, ex-presidente do Crea Mato Grosso, foi representado pelo neto estudante de Engenharia Civil, Rafael Lobo Nunes da Cunha, além da ex- conselheira, registrada como a primeira presidente mulher do Crea-MT em caráter interino, Eng. civil Ingeborg Gisela Gunther Beger.

 

Durante a cerimônia do lançamento do selo e a contextualização da filatelia(  arte de colecionar selos portais e materiais de valor cultural )  foi  apresentada uma explicação do brasão do Conselho Federal e Regional de Engenharia e Agronomia.  O colecionismo  de selos, é um “hobby”   cultivado por aproximadamente 30 milhões de pessoas no mundo e movimenta um mercado de 16 milhões de dólares ao ano. Somente em Cuiabá, o clube filatélico reúne cerce duzentos colecionadores.

Twitter

PUBLICIDADE



Edição 216 Fevereiro de 2020

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados