PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sexta-Feira, 20 de Setembro de 2019, 08h:15
Tamanho do texto A - A+
ESPORTE
ATLÉTICO-MG Twitter

Análise: Atlético-MG tem 1º tempo de Sul-Americana e etapa final de Brasileirão em derrota para Colón

Por: Globo esporte

Agustin Marcarian

ATLETICO

 

O Atlético-MG teve 90 minutos de extremos no Estádio Cemitério de Elefantes, em Santa Fé, na Argentina. Alternando duas competições no momento, o Campeonato Brasileiro e a Sul-Americana, o Galo foi frio e decisivo nos primeiros 45 minutos, como na maioria dos jogos no torneio continental, e completamente apagando no tempo final, assim como na atual série de cinco jogos sem vitória no Brasileirão. O resultado foi uma derrota, de virada, por 2 a 1 para o Colón, no jogo de ida da semifinal da Sul-Americana.

 

Com boas classificações e jogos seguros na Sul-Americana, o Atlético-MG entrou em campo contra o Colón com uma partida impecável taticamente. Seguro na marcação e com boa transição, utilizando Chará e Di Santo, o Galo não sofreu pressão e ainda conseguiu abrir o placar, mesmo sem dar nenhum chute na meta de Burián. O gol atleticano saiu após Chará conseguir desviar um chutão de Ortiz. A bola foi na direção do gol e colocou o Galo em vantagem - com justiça.

 

A pausa do intervalo não fez bem à equipe atleticana. E fez muito bem para o Colón. O gol muito cedo no segundo tempo foi a principal lamentação dos jogadores mineiros. Ele veio em uma jogada de bola parada, com Escobar desviando na primeira trave, ganhando de Vinícius, e Morelo aparecendo por trás de Patric para fazer 1 a 1.

 

O gol cedo demais empolgou a torcida e o time do Colón, além de baixar o moral do Atlético, que só levou perigo ao gol argentino uma vez, com Vinícius, em chute de muito longe.

 

Rodrigo Santana tentou mexer na equipe, colocando Alerrandro, Otero e Nathan, mas errou feio nas alterações. O time ficou ainda mais recuado e sem força ofensiva, dando campo para os donos da casa se aproximarem da meta defendida por Cleiton.

 

E o gol veio aos 40 minutos do segundo tempo, com mais uma falha coletiva da defesa. Morelo inverteu a bola para Zuqui, que mandou a bola para o meio da área e encontrou "Pulga" Rodríguez livre na pequena área para virar o jogo.

 

Na quinta-feira que vem, no Mineirão, o Galo precisa de uma vitória simples para se classificar. Triunfo por 1 a 0 ou por mais de um gol de diferença coloca o time alvinegro na final da Sul-Americana. Se o Atlético vencer por 2 a 1 a decisão será nos pênaltis. Qualquer outro resultado, até uma vitória atleticana por um gol, mas a partir de 3 a 2, dá a vaga para o Colón.

Twitter

PUBLICIDADE



Veja mais sobre este assunto:

Edição 216 Fevereiro de 2020

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados