PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 17h:30
Tamanho do texto A - A+
ESPORTE
VÔLEI Twitter

Fofão fala sobre renovação da Seleção feminina de vôlei e saída de Zé Roberto

Por: Gazeta Esportiva

REPRODUÇÃO

FOFAO

 

Campeã olímpica com a Seleção Brasileira de Voleibol Feminino, Fofão falou sobre a renovação da equipe verde-amarela, que se prepara para as disputas do Campeonato Sul-Americano e da Copa do Mundo. Depois de sua participação no programa Mulheres, da TV Gazeta, a ex-jogadora afirmou à Gazeta Esportiva que acredita na qualidade das jogadores brasileiras, mas ainda há indefinições sobre o time ideal.

 

“A única coisa que eu acho um pouco indefinida é quem são as jogadoras que vão defender o Brasil nesse momento. Mas acredito que a Seleção ainda está se encontrando, está buscando seis jogadoras que possam representar bem, pois são competições difíceis. E esse processo de renovação, com jogadoras mais jovens chegando e outras mais velhas saindo, mostra que ainda está em um momento de adaptação. A gente não sabe direito em que nível a Seleção está. Mas eu sempre acredito que temos material humano bom o suficiente para representar o Brasil bem e deixar no lugar mais alto do pódio. É uma renovação que ainda não deu resultado, mas que faz parte do processo para alcançar algum objetivo mais para frente”, declarou a ex-levantadora, que conquistou o ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008.

 

Fofão ainda comentou a saída de José Roberto Guimarães do comando da Seleção Brasileira. O treinador já confirmou que pretende deixar o cargo após a disputa das Olimpíadas de Tóquio 2020, dando fim a uma era que dura desde 2003 e trouxe o eneacampeonato do Grand Prix, o octa do Sul-Americano, o tetra de Montreaux e dois ouros olímpicos (Pequim 2008 e Londres 2012), além de inúmeros outros títulos.

 

“O Zé é uma pessoa que já está há muitos à frente da Seleção. É um processo normal tanto para jogadoras como para técnicos, chegando o momento de não querer fazer mais parte e cuidar de outros assuntos. Eu acho que ele deixou muitas coisas boas para a Seleção feminina e agora é encontrar um técnico que se encaixe no trabalho, que consiga impor sua maneira de trabalhar. Faz parte essa mudança e espero que venha uma pessoa preparada e que consiga fazer essa renovação junto”, disse a ex-atleta, que recentemente lançou sua biografia, intitulada de “Toque de Gênio – A História e os Exemplos de Fofão”.

 

Depois de vencer dois amistosos contra a Argentina, as brasileiras da Seleção de vôlei feminino viajam ao Peru no dia 25 para a disputa do Campeonato Sul-Americano, que acontecerá entre os dias 28 de agosto a 1º de setembro. Em seguida, vão ao Japão para a disputa da Copa do Mundo, programada para ocorrer de 14 a 29 de setembro.

 

*Especial para a Gazeta Esportiva

 

Twitter

PUBLICIDADE



Veja mais sobre este assunto:

Edição 196 Setembro de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados