PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 09h:26
Tamanho do texto A - A+
POLÍTICA & PODER
GRAMPOLÂNDIA Twitter

Ex-secretário passa a ser monitorado por tornozeleira

Por: Redação

Reprodução

 

O juiz da 7º Vara Criminal de Cuiabá, Jorge Tadeu, determinou que o ex-secretário de Segurança Pública e delegado aposentado, Rogers Jarbas, seja monitorado por tornozeleira eletrônica. A decisão acatou pedido das delegadas Ana Cristina Feldner e Jannira Laranjeira, responsáveis por investigar o esquema de grampos ilegais que ocorreu em Mato Grosso.

 

Ele passa a ser monitorado a partir desta segunda-feira (18), quando o equipamento será instalado no Fórum de Cuiabá. Entre as medidas, ainda está o recolhimento à casa todas as noites, fins de semana e feriados, e proibição de se aproximar de outros investigados no caso das interceptações telefônicas ilegais.

 

Jarbas é réu desde outubro por supostamente tentar atrapalhar as investigações sobre o esquema de grampo ilegais que ficou conhecido por “Grampolandia Pantaneira” quando ainda atuava com secretário estadual de Segurança Pública.

 

Ele tornou-se réu no último dia 17 por ter ameaçado o também delegado Flávio Stringueta no estacionamento de um supermercado em Cuiabá. Stringueta atuou na investigação do caso dos grampos. Ele chegou a ser preso em setembro de 2017, durante a deflagração da “Operação Esdras”, por suposta tentativa de atrapalhar as investigações sobre os grampos ilegais em Mato Grosso.

 

Além da tornozeleira, Rogers terá que cumprir outras medidas cautelares impostas pela Justiça, como se aproximar de outros investigados e estar em casa todas as noites, seja nos feriados ou nos finais de semana. Aos 45 anos, Rogers está aposentado como delegado desde o último dia primeiro de novembro, em ato assinado pelo governador Mauro Mendes (DEM).

 

Twitter

PUBLICIDADE



Veja mais sobre este assunto:

Edição 211 Janeiro de 2020

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados