PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 15h:19
Tamanho do texto A - A+
POLÍTICA & PODER
CÂMARA DE CUIABÁ Twitter

Renivaldo diz que falta limites ao vereador Abílio e cobra apuração da Comissão de Ética

Por: Redação

 

O vereador Renivaldo Nascimento (PSDB), não entrou com pedido de instauração de processo por quebra de decoro contra o vereador Abílio Júnior (PSC), segundo ele, devido ao fato do Sindicato dos Agentes de Fiscalização do Município de Cuiabá (Sindasfimc) entrar com um pedido semelhante na Câmara Municipal. 

 

Abílio fez uma filmagem em frente à residência do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), na última quinta-feira (9). O episódio resultou em confusão, o vereador teve o celular tomado de sua mão pelo motorista Jonai dos Santos, que trabalha com a primeira-dama da Capital, Márcia Pinheiro. 

O documento foi lido na sessão plenária pelo presidente da Casa, Misael Galvão (PSB).

 

 

“O Sindicato dos Agentes de Fiscalização protocolou um pedido de investigação em relação ao vereador Abílio Júnior e caberá à Comissão de Ética desta Casa investigar e analisar, pois é pra isso que a Comissão está aqui”, afirmou Renivaldo, em pronunciamento durante a sessão na manhã de hoje (14).

 

Renivaldo afirmou que está havendo abuso de prerrogativa de competência de vereador, e que, apesar do papel de fiscalizador das  ações do Executivo, é preciso ter limites. “O trabalho da oposição é lindo, tem que ter, como já demonstrou algumas situações aqui, como a CPI da Saúde, a CPI dos Filantrópicos. Então esta Casa não pode mais sangrar desse jeito, temos que ter limites, Existe um regimento interno, uma lei orgânica, constituição estadual, federal, que nos limita. E esta Casa alguns vereadores não vem respeitado, estamos sangrando por causa de meia dúzia ou menos vereadores até”, ressaltou.

 

Renivaldo citou o vereador Dilemário Alencar (Pros) que havia indicado recuperação de uma via que havia sido aberta pela Águas Cuiabá e não teve o asfalto recuperado como trabalho parlamentar, criticando ações de alguns vereadores que estão se excedendo com justificativa de fiscalizar os trabalhos do Executivo municipal.

 

“Não é propositivo chutar porta de órgão público. Não é propositivo chegar lá abrindo computador, impondo lá “olha, eu sou vereador, posso isso”, o que é isso, gente? O respeito é bom! Tem que ter! E outra coisa, o vereador tem que responder, ele é autoridade municipal. Esta casa é um Poder Público Municipal. Eu espero, senhor presidente, que estes fatos sejam apurados, e que venha à tona toda a verdade. E, vereador Abílio, por favor, o senhor tem que ler o Regimento Interno e a Lei Orgânica pra saber até onde são os seus limites. O senhor é um grande vereador, mas tem que ter limite”, provocou.

 

Twitter

PUBLICIDADE



Veja mais sobre este assunto:

Edição 192 Agosto de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados