Cuiabá, 23 de Julho de 2024
Notícia Max
23 de Julho de 2024

AGRONEGÓCIO Segunda-feira, 28 de Novembro de 2016, 11:54 - A | A

Segunda-feira, 28 de Novembro de 2016, 11h:54 - A | A

COMPARTILHANDO CONHECIMENTOS DE GESTÃO E PESQUISA

Aprosoja apresenta tecnologia de análise de solos em workshop em Cuiabá

Foto: Isa Sousa

 

Um pacote tecnológico focado na análise de solos será uma das principais programações durante o segundo workshop “Compartilhando conhecimentos de Gestão e Pesquisa”, que será realizado pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), no dia 30 de novembro, em Cuiabá. Intitulado de Specsolo, o pacote tecnológico foi desenvolvido pela Embrapa Solos do Rio de Janeiro e iniciativa privada.

 

Segundo a instituição, o Specsolo poderá revolucionar o mercado brasileiro por ter como vantagem a análise de amostras de solo de forma não destrutiva, rápida e econômica. Entre parâmetros que poderão ser inclusos, estão a fertilidade do solo (carbono orgânico do solo, pH, cálcio, magnésio, fósforo, potássio dentre outros) e a qualidade física (argila, silte e areia), que poderão ser analisados simultaneamente em apenas 30 segundos.

 

A análise convencional, de acordo com a Embrapa, demora dias para revelar os mesmos resultados. Conforme André Marcelo de Souza, pesquisador da Embrapa Solos e responsável pelo desenvolvimento do SpecSolo, a tecnologia é baseada na espectros-copia vibracional e de inteligência artificial. Souza explica ainda que a tecnologia lança mão de algoritmos precisos e eficientes, que usarão um robusto banco de dados, com mais de um milhão de amostras de solos representativos do Brasil.

 

O cientista conta, que as amostras e dados analíticos relacionados foram obtidos de um dos maiores laboratórios de análises de solos do mundo, o Instituto Brasileiro de Análises (IBRA), parceiro do projeto de desenvolvimento e corresponsável pela tecnologia. A apresentação da nova técnica, segundo o departamento de Pesquisa e Gestão da Produção de Propriedades da Aprosoja, vem agregar ao workshop. A analista de projetos da entidade, Cristiani Bernini, explica que o segundo workshop surgiu da ideia da divulgação dos projetos de pesquisa financiados pela Aprosoja.

 

Dentre os principais, está a Comissão de Fertilidade de Solos (CIAQAS), composta pelas instituições de pesquisa Fundação Mato Grosso e Universidade Federal de Mato Grosso, campus Barra do Garças. Segundo a gerente de Pesquisa e Gestão, Cristiane Sassagima, uma das possibilidades é exatamente a padronização de análises de solo no Estado. Isso porque foram três anos de pesquisa nas análises de solos e surgiram várias hipóteses de padronizarmos a metodologia de análise de solos para o Estado de Mato Grosso.

 

Exatamente aproveitando este cenário, chamamos o pesquisador da Embrapa Meio Ambiente para ministrar a palestrar desta nova tecnologia. Mais informações O segundo workshop “Compartilhando conhecimentos de Gestão e Pesquisa” será realizado no auditório da Famato, no dia 30 de novembro. A entrada é gratuita.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários