Cuiabá, 21 de Maio de 2024
Notícia Max
21 de Maio de 2024

AGRONEGÓCIO Sexta-feira, 08 de Julho de 2016, 13:01 - A | A

Sexta-feira, 08 de Julho de 2016, 13h:01 - A | A

PECUÁRIA

Suplementação bovina aumenta 112% em MT, aponta Instituto

Só Noticias

REPRODUÇÃO

 

 

O milho é uma das principais fontes de suplementação bovina, e apresentou uma forte alta de 112,65 % na comparação anual, com seu valor passando de R$ 246,61/t para R$ 524,42/t. Os números são do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que no último boletim, apontou que o “reflexo disso é que, em junho/15, para adquirir uma tonelada de milho, o pecuarista mato-grossense despendia 1,84 arroba de boi gordo, já em junho/16 esta relação atingiu 3,97 arrobas”.

 

De acordo com a entidade, “como se pode observar no gráfico ao lado, a relação realmente melhorou em junho/16, saindo de 4,40 @/t para 3,97@/t, no entanto, o dispêndio do bovinocultor de corte para adquirir o cereal continua elevado, desfavorecendo atividades que visam à engorda de forma mais rápida, como o confinamento e semi-confinamento”.

 

Conforme o Imea, “além do que, tais atividades ocorrem com um planejamento prévio, que vai desde a compra de animais até o abastecimento de insumos, por isso, mesmo com a melhora na relação de troca para o bovinocultor de corte no último mês, os gastos com o energético das dietas deve continuar elevado”.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários