Cuiabá, 19 de Maio de 2024
Notícia Max
19 de Maio de 2024

CIDADES Segunda-feira, 19 de Setembro de 2016, 11:06 - A | A

Segunda-feira, 19 de Setembro de 2016, 11h:06 - A | A

IMUNIZAÇÃO

Campanha Nacional de Multivacinação começa hoje

Da Redação

Divulgação

 

A Campanha Nacional de Multivacinação para atualizar a caderneta de saúde da Criança e do Adolescente  começa nesta segunda – feira (19), e se estende até dia 30 de setembro. O público alvo da mobilização são as crianças menores de 5 anos e crianças e adolescentes de 9 a 15 anos.

Todas  as 63 unidades da Estratégia de Saúde da Família (PSF’s) e  os 21 Centros de Saúde e  Salas de Vacinas das Unidades Básicas  estarão mobilizadas para realizar a vacinação. Em Cuiabá cerca de 600 profissionais participam da campanha.

O objetivo maior da campanha, explicou a diretora da Atenção Básica, Deisi Bocalon, é resgatar a população de crianças e jovens não vacinados ou com esquemas de vacinação incompletos.

As Unidades Básicas de Saúde estarão abertas normalmente durante a semana, das 07h00 às 11h00 e das 13h00 às 17h00. No sábado (24), dia  D de mobilização nacional, as unidades estarão abertas das 08 às 17 horas, sem intervalo de almoço.

É necessário que todos levem a caderneta de vacinação, para que os profissionais de saúde façam o levantamento de quais vacinas deverão ser aplicadas. O Calendário Nacional de Vacinação dispõe de 14 vacinas para as crianças e cinco para os adolescentes, alertou a coordenadora de Programas Estratégicos da Diretoria de Atenção Básica, Frances Olivia de Arruda Loiola.

“Considerando a importância da estratégia para o resgate de não vacinados, onde em um único momento e em um curto intervalo de tempo (duas semanas) são oferecidas as vacinas, estaremos melhorando significativamente a cobertura vacinal da população e otimizando a logística dos serviços de saúde”, explicou.

Frances Olivia disse também que em relação aos jovens, o desafio é grande já que em relação a essa parcela da população a cobertura vacinal é ainda é baixa em todo o Brasil.

A coordenadora destacou ainda, para que tudo transcorra da melhor maneira possível não só durante a campanha, mas também no dia a dia das unidades de saúde, os profissionais técnicos de enfermagem da Rede de Atenção Primária  vem participando  ao longo do ano de vários treinamentos referentes ao calendário de vacinação da Criança e Adolescente. “Com a capacitação permanente garantimos que nossos profissionais estejam preparados na orientação e esclarecimento de possíveis dúvidas dos pais ou responsáveis”.

As doses estão disponíveis de forma gratuita no Sistema Único de Saúde (SUS). Serão aplicadas as vacinas para crianças de até 5 anos e para crianças e adolescentes entre 9 e 15 anos incompletos, incluindo a imunização contra HPV para menina

MUDANÇAS NO CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO

É importante lembrar que  em  janeiro deste ano, o Ministério da Saúde alterou o esquema vacinal de quatro vacinas, são elas poliomielite, HPV, meningocócica C (conjugada) e pneumocócica 10 valente.

O esquema vacinal contra a poliomielite passou a ser de três doses da vacina injetável (2, 4 e 6 meses) e mais duas doses de reforço com a vacina oral. Até 2015, o esquema era de duas doses injetáveis e três orais.

Já a vacinação contra o HPV passou de três para duas doses, com intervalo de seis meses entre elas para meninas saudáveis de 9 a 14 anos. Meninas de 9 a 26 anos que vivem com HIV devem continuar recebendo o esquema de três doses.

No caso da meningocócica C, o reforço, que era administrado aos 15 meses, passou a ser feito preferencialmente aos 12 meses, podendo ser feito até os 4 anos. As primeiras duas doses continuam sendo realizadas aos 3 e 5 meses.

A pneumocócica sofreu redução de uma dose e passou a ser administrada em duas (2 e 4 meses), com um reforço preferencialmente aos 12 meses, mas que pode ser recebido até os 4 anos.

Para tirar qualquer dúvida referente a vacinas ligar na Secretária Municipal de Saúde, no setor de imunização 3617-7309.

 

 

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários