Cuiabá, 17 de Junho de 2024
Notícia Max
17 de Junho de 2024

CIDADES Sexta-feira, 23 de Abril de 2021, 16:37 - A | A

Sexta-feira, 23 de Abril de 2021, 16h:37 - A | A

COMBATE AO CORONAVÍRUS

Emanuel: “Se tiver vacinas está autorizado fazer corujão”

Redação

Cuiabá conta com um novo polo de vacinação contra a covid-19, localizado no Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, anexo à sede do Parlamento estadual. Durante a entrega do espaço, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) destacou que Cuiabá está se mostrando responsável na imunização.

"Cuiabá está mostrando eficiência, humanização, respeito e responsabilidade na aplicação das vacinas, tomou a primeira dose em Cuiabá não se preocupem, a segunda dose está assegurada”, frisou.

Pinheiro ainda pontuou que caso a Capital receba mais doses da vacina poderá adotar o que vem sendo chamado de corujão da vacinação. “Se tiver vacinas está autorizado fazer corujão aqui até às 22 horas. Se tiver vacinas, fazer inclusive 24 horas se for o caso”, declarou o prefeito.

Emanuel Pinheiro enfatizou ainda que vacinação é a saída para vencer a maior crise sanitária da história e que a população precisa que as instituições e poderes se unam para vacinar a todos os mato-grossenses.

Presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB) afirmou que o espaço não é definitivo e deve funcionar pelos próximos quatro meses, mas que está pronto para funcionar no período noturno. Ele ainda destaca que tudo foi montado com recursos da Assembleia, sendo que a Casa também cedeu funcionários para atuarem no local.

“A gente espera que não precise por muitos meses, que a vacinação acelere, e a gente utilize esse espaço por três meses, quatro. Se precisar de mais tempo, a gente vai estar à disposição pelo tempo que for necessário”, disse Max Russi.

Além da Assembleia Legislativa, Cuiabá possui pontos de vacinação no Centro de Eventos do Pantanal, no Sesi Papa, na Universidade Federal de Mato Grosso e Sesc Balneário.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários