Cuiabá, 13 de Junho de 2024
Notícia Max
13 de Junho de 2024

CIDADES Terça-feira, 06 de Julho de 2021, 08:55 - A | A

Terça-feira, 06 de Julho de 2021, 08h:55 - A | A

DRAMA FAMILIAR

Manicure da Capital pede ajuda para encontrar pai biológico

Redação

Dúvidas e incertezas, essas são algumas palavras que fazem parte do drama familiar vivido pela manicure da Capital, Beatriz Marré, de 29 anos, que sonha em conhecer seu pai biológico.

Após realizar uma grande busca nas redes sociais à procura de pistas que levem ao paradeiro do mesmo, entretanto, sem sucesso, ela decidiu vir a público e pedir ajuda da população para encontrá-lo.

Com poucas referências sobre quem ele é, a manicure sabe apenas que seu pai se chama Sinval, popularmente conhecido como ‘Franja’, e atua no ramo de transporte e logística de caminhões.

Segundo Beatriz, a falta de conhecimento em relação ao sobrenome do mesmo tem dificultado ainda mais a procura e com o passar do tempo, tem tornado seus dias mais angustiantes.

“Eu acredito que ele deva ter hoje uns 60, 70 anos, não sei ao certo. As informações que a minha mãe me deu até hoje são incompletas, sei apenas o nome e apelido”, disse.

Beatriz conta que as últimas notícias que teve sobre Sinval é que ele estaria trabalhando em uma transportadora, localizada na cidade de Presidente Prudente – SP.

Porém, sem condições financeiras para se deslocar até a cidade paulista, a manicure chegou a pedir apoio de conhecidos que moram no município para ir até o local averiguar os fatos, no entanto, o estabelecimento não quis se manifestar sobre o assunto por motivos internos.

Não satisfeita com a resposta, a cuiabana decidiu dar continuidade ao sonho de desvendar esse mistério que faz parte da sua história de vida e mantém viva a esperança de localizá-lo.

“Eu quero saber como ele é. Minha mãe fala que eu sou idêntica a ele, olhos, cabelo, aparência física de modo geral e saber o motivo dele não ter me procurado até hoje, não quis que eu fizesse parte da vida dele. É a curiosidade, não há interesse financeiro”, pontuou.

Durante sua trajetória até aqui, Beatriz relata que recebeu todo amor, cuidado e carinho que precisava de seu padrasto, hoje sua referência paterna.

Ao término, a manicure faz um apelo para aqueles que por ventura souberem de alguma informação, entrar em contato com ela através das redes sociais: Beatriz Marré – Facebook ou Instagram: @ beatrizmarre10

“Tenho o desejo de conhecer ele, meus irmãos, que até onde eu sei é um casal. Por isso, eu peço, sonho com ele batendo na porta de casa, me chamando. Quem souber, por favor, entrar em contato comigo. Se alguém da família dele ler essa matéria, sabia que estou à procura”, encerrou.

 

 

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários