Cuiabá, 25 de Junho de 2024
Notícia Max
25 de Junho de 2024

CIDADES Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 17:09 - A | A

Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 17h:09 - A | A

busca ativa

Seduc atualiza plataforma que monitora abandono e risco de evasão escolar

A Ficha Ficai 2.0 ajuda no combate à evasão escolar e na permanência de crianças e adolescentes no ambiente escolar

Da Redação

A Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT) colocou em operação a Plataforma Ficha Ficai Online 2.0, uma atualização da versão lançada em abril de 2023, que ajuda no combate à evasão escolar e na garantia de acesso e permanência de crianças e adolescentes no ambiente escolar.

A usabilidade da plataforma foi observada ao longo do ano passado, resultando nas mudanças propostas na nova versão da ferramenta, diante das necessidades do trabalho de busca ativa escolar.

“A utilização da plataforma Ficha Ficai Online é uma das ações previstas no Programa Nenhum Estudante a Menos, e que tem como principais objetivos identificar as crianças e os adolescentes que estão em situação de risco de abandono escolar, evasão escolar e exclusão escolar para garantir os direitos fundamentais da criança e do adolescente e promover o fortalecimento de vínculos entre os estudantes, a família e a escola”, explica o superintendente de Gestão Escolar da Seduc, Ronair Batista Moreira da Silva.

O superintendente observa que a busca ativa é uma estratégia composta por uma metodologia social e por ferramentas tecnológicas que auxiliam organismos governamentais na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de abandono escolar. “Cabe ressaltar que, apesar da busca ativa ser 'escolar', ela não é feita somente pelas unidades escolares”, acrescenta.

De acordo com a Seduc, uma das grandes novidades da nova versão da Ficha Ficai foi a criação de um módulo específico para os estudantes em risco de evasão. Para além dos estudantes que têm um número elevado de faltas, também é possível monitorar aqueles que por algum motivo não renovaram a matrícula na rede estadual e tentar localizá-los.

O mobilizador estadual de Busca Ativa Escolar, Victor Queiroz, do Núcleo de Mediação Escolar, explica que, a partir do momento que um estudante falta três dias consecutivos ou tem cinco faltas alternadas no espaço de um mês, a unidade escolar é orientada a abrir uma Ficha Ficai para fazer o acompanhamento do estudante.

“Com isso, a equipe da escola faz o esgotamento de suas possibilidades, realizando o que é possível para localizar o estudante faltoso. Se em 15 dias ele não voltar para a escola, acionamos o Conselho Tutelar para que a instituição possa nos ajudar nesse processo de busca do estudante”, observa.

Para o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, com o Programa Nenhum Estudante a Menos, a Seduc reafirma o seu compromisso com a educação de qualidade e com a garantia dos direitos de crianças e adolescentes.

“Acreditamos que, por meio desse trabalho conjunto, conseguiremos reduzir os índices de evasão escolar e proporcionar um ambiente educacional mais inclusivo e acolhedor para todos os nossos estudantes”, finalizou o secretário.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários