Cuiabá, 28 de Maio de 2024
Notícia Max
28 de Maio de 2024

ECONOMIA Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2016, 15:03 - A | A

Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2016, 15h:03 - A | A

BOAS EXPECTATIVAS

Vendas de materiais de construção aumentam no mês de novembro

Da Redação

 

O comércio de materiais de construção comemora o aquecimento das vendas nesse final de ano. Conforme o presidente da Associação Comercial de Materiais da Construção Civil, Gustavo Nascimento, até dia 20 de dezembro o setor de materiais de construção tem um aumento considerável nas vendas, pois as pessoas geralmente investem na reforma para receber convidados, além do comércio que investe para reformular as empresas para o próximo ano e até mesmo as escolas, que fecham para fazer a manutenção de sua infraestrutura. “Então esse segundo semestre está se mostrando extremamente positivo, principalmente esse final de ano para o segmento”, frisa.

No segundo semestre é natural um aquecimento nas vendas de materiais de construção, explica Gustavo. “No segundo semestre o setor começa a ganhar atenção da população, que começa a pagar imposto e começa a mirar de certa forma o seu bem particular e investir no seu patrimônio e seu conforto particular, então o setor de material de construção no segundo semestre naturalmente é melhor”.

Embora os empresários comemorem as vendas no segundo semestre, o ano não foi positivo para o setor. 2016 fecha com queda de 8% nas vendas no setor em relação a 2015. E o ano passado também fechou em queda de 5,8% em relação a 2014. Porém, para 2017 a expectativa são boas, com uma pesquisa nacional realizada no início de novembro com 530 lojistas de 5 regiões brasileiras aponta que 11% dos empresários do setor de materiais de construção devem contratar funcionários em dezembro e 39% pretendem investir nos próximos 12 meses.

“Tivemos um divisor de águas político, e a confiança das pessoas no segundo semestre, dado a essa mudança nacional, foi de certa forma positiva. Outro ponto foi a ingestão de recursos do Governo Federal no segmento, com cartão reforma, que está sendo implantado, com o cartão Construcard, que é a principal linha de fomento para o setor, então esse segmento ganha atenção e ganha recurso, para que as pessoas consigam investir em seu patrimônio”, disse Gustavo.

E o empresariado estima uma melhora significativa no setor principalmente devido às vendas de novembro, conforme diz o diretor comercial Fabrício Rebouças, que ressalta que causou até estranheza o volume de vendas, mas destacando que está iniciando muitas obras. “A gente até está estranhando as vendas de novembro, e acredito que isso se deve a confiabilidade do país, mudou de presidente, o pessoal está mais confiante, está iniciando muita obra, e estou achando estranho, porque inicia-se obra na época da seca, e o pessoal está iniciando na época da chuva, então acredito que o ano que vem vai ser muito melhor, um ano de crescimento, um ano muito bom para o setor de materiais de construção”.

 

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários