Cuiabá, 18 de Junho de 2024
Notícia Max
18 de Junho de 2024

ESPORTE Terça-feira, 29 de Junho de 2021, 15:09 - A | A

Terça-feira, 29 de Junho de 2021, 15h:09 - A | A

AÇÃO NA JUSTIÇA

Tiago Nunes pede R$ 700 mil na Justiça, e Athletico recusa acordo

Atualmente no Grêmio, Tiago Nunes cobra R$ 1,1 milhão pela premiação da Copa do Brasil, além de salário, multa e 13° salário; técnico teve passagem pelo Athletico entre abril de 2017 e novembro de 2019

Globo Esporte

O técnico Tiago Nunes, atualmente no Grêmio, pediu R$ 700 mil para encerrar a ação contra o Athletico, mas teve a oferta recusada. Na ação judicial, ele cobra R$ 1,1 milhão pela premiação da Copa do Brasil, além de salário, multa e 13° salário. A informação foi dada pelo UmDois Esportes e confirmada pelo ge.

As partes se encontraram para a primeira audiência na segunda-feira, na 11ª Vara da Justiça do Trabalho, em Curitiba. O Furacão esteve representado por Márcio Lara, diretor e ex-vice, que não fez contraproposta.

O ex-treinador do Athletico acionou a Justiça em dezembro de 2019, um mês e meio após sua saída do clube. Uma nova audiência, com a inclusão de depoimento das testemunhas, está marcada para 16 de julho.

Tiago Nunes pede, ao todo, R$ 1.159.177,31. A maior parte desse valor refere-se à premiação do título da Copa do Brasil de 2019. O treinador também alega ter direito a R$ 327.980,27 por prestação de serviços, contrato de imagem, férias acrescidas do terço constitucional, 13º salário e multa do artigo 477 da CLT e FGTS.

Por fim, o comandante cobra uma diferença nos salários de um contrato para outro, além de multa, honorários e atualização monetária. Esses valores são de R$ 180 mil e de R$ 151 mil.

Na época, o Furacão negou a dívida. O clube rubro-negro afirmou que "as obrigações foram cumpridas com o rigor de praxe".

Tiago Nunes trabalhou no Athletico entre abril de 2017 e novembro de 2019. Ele comandou o sub-19, os aspirantes e o principal. Conquistou o Campeonato Paranaense de 2018, a Copa Sul-Americana de 2018 e a J. League/Conmebol de 2019, além da Copa do Brasil de 2019. Ele saiu na reta final do Brasileirão para comandar o Corinthians.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários