Cuiabá, 19 de Julho de 2024
Notícia Max
19 de Julho de 2024

FICA ESPERTO Sexta-feira, 25 de Novembro de 2016, 10:14 - A | A

Sexta-feira, 25 de Novembro de 2016, 10h:14 - A | A

CUIABÁ

Fórum leiloa 68 lotes de bens móveis e imóveis

Da Redação

O Fórum de Cuiabá realiza leilão para venda de bens móveis e imóveis nos dias 1º dezembro, em primeira praça, às 14h. Sessenta e oito lotes estarão à venda, totalizando um patrimônio de aproximadamente R$ 14,5 milhões, de acordo com a avaliação judicial. O leilão é para alienação de bens oriundos de penhoras em execuções, processos criminais e da Administração Pública. O edital com os lotes a serem leiloados pode ser consultado aqui.

O leilão presencial será realizado no Auditório do Fórum, localizado na Av. Des. Milton Figueiredo Ferreira Mendes, s/nº, no Centro Político e Administrativo da capital. Contudo, os lances já podem ser feitos por meio eletrônico, nos sites utilizados pelos leiloeiros, mediante cadastro prévio: bens rurais pelo portal www.superbidjudicial.com.br - leiloeira Poliana Mikejevs Calça Lorga, e demais bens pelo portal kleiberleiloes.com.br – leiloeiro Álvaro Antônio Mussa Pereira.

Os lances ofertados serão irretratáveis e em primeira praça somente serão aceitos aqueles a partir do valor da avaliação judicial. Não havendo lances no dia 1º, serão aceitos em segunda praça, dia 12 de dezembro, com valores a partir de 50% da avaliação – com exceção de veículos alienados que serão aceitos lances a partir de 80%.

Os bens a serem leiloados e que estão no depósito do Fórum poderão ser examinados de 28 a 30 de novembro, das 14h às 17h. Conforme o regulamento do leilão (leia aqui), eles “serão anunciados um a um, indicando-se o valor da avaliação, e serão entregues nas condições e estado em que se encontrem, conforme descrições constantes nos lotes”. Os bens que não forem arrematados nas duas praças poderão, por solicitação e a critério da Justiça Estadual, ser novamente apregoados ao fim do leilão.

 

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários