Cuiabá, 21 de Maio de 2024
Notícia Max
21 de Maio de 2024

POLÍCIA Quinta-feira, 16 de Junho de 2016, 09:09 - A | A

Quinta-feira, 16 de Junho de 2016, 09h:09 - A | A

ATAQUES DO ÚLTIMO FIM DE SEMANA

Agentes descobrem autor de áudios que ordenaram ataques

Da Redação

 

O Governo do Estado identificou mais um dos mandantes dos ataques a ônibus, viaturas e residências de agentes penitenciários ocorridos no último fim de semana em Mato Grosso. Nesta quarta-feira (15.06), após revista realizada em dos raios da Penitenciária Central do Estado (PCE), agentes penitenciários encontraram um aparelho celular de onde a mensagem ordenando os ataques partiu. Ele pertencia ao detento Evandro da Luz Santana.

 

O trabalho envolveu diversos servidores da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), todos ligados a Adjunta de Administração Penitenciária (Saap), e uma equipe do Grupo de Combate ao Crime Organizado (GCCO), órgão vinculado a Polícia Judiciária Civil (PJC). “A diretoria de Inteligência da Sejudh e o Núcleo de Inteligência da PCE, auxiliados pelos servidores da unidade, como os que integram o Grupo de Intervenção Rápida (GIR), conseguiram identificar mais um dos envolvidos nos ataques realizados em MT no último final de semana”, destaca o secretário adjunto de Administração Penitenciária, Fernando Lopes.

 

Na tarde de terça-feira (14.06), o setor de Inteligência do 24º Batalhão de Polícia Militar anunciou a detenção de um dos suspeitos dos ataques. Francisco Edi Carlos de Lima, de 24 anos, foi preso em frente a sua residência, localizada no bairro Pedra 90, na Capital. No momento da abordagem, ele estava em posse de um revólver (calibre 38), com cinco munições.

 

Durante revista no interior da casa, os policiais apreenderam uma balança de precisão, seis porções de maconha, duas de cocaína, um aparelho celular e quatro rolos de filme plástico (usados para embalar drogas). Ele é o segundo preso suspeito de envolvimento nos ataques. O primeiro, identificado como Fabiano Halaithon Rodrigues Souza, de 28 anos, foi detido duas horas após os atos criminosos. De acordo com o major, a partir do monitoramento feito pela Inteligência, há vários indícios de que eles compõem a organização criminosa do Comando Vermelho (CV).

 

No domingo (12), três recuperandos da PCE já haviam sido autuados em flagrante, por liderarem ataques a ônibus e demais episódios criminosos. João Luiz Baranosk, Reginaldo Silva Rios e Carlos Alberto Vieira Teixeira orquestraram as ações de dentro da unidade prisional, onde cumprem pena. Eles foram autuados por organização criminosa e crime de incêndio. No mesmo dia, em Barra do Garças (527 km de Cuiabá), policiais militares prenderam duas pessoas suspeitas de atear fogo em duas viaturas do Sistema Socioeducativo do município. Foram presos Larissa Inês Silva Bastos, 22 anos, e Jonathan Matos da Luz Mariano, de 19 anos. O carro utilizado pela dupla também foi apreendido.

 

No sábado, 14 pessoas já haviam sido presas, sendo dez em Cuiabá e Várzea Grande, e outras quatro em Primavera do Leste, cidade onde foram queimadas uma viatura desativada da Polícia Militar e um veículo utilitário.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários