Cuiabá, 18 de Maio de 2024
Notícia Max
18 de Maio de 2024

POLÍTICA & PODER Terça-feira, 20 de Dezembro de 2016, 11:00 - A | A

Terça-feira, 20 de Dezembro de 2016, 11h:00 - A | A

OPERAÇÃO RÊMORA

Fábio Frigeri tem prisão revogada pela Justiça

Da Redação

Divulgação

 

O ex-assessor da Secretaria de Educação de Mato Grosso (Seduc), Fábio Frigeri, acusado de envolvimento em uma quadrilha que fraudava licitações no órgão, teve a prisão revogada pela juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Selma Arruda, e deixou o Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) no começo da noite de segunda-feira (19).  Frigeri foi remetido à prisão domiciliar com medidas cautelares.

Frigeri e outros dois servidores presos em maio são apontados pelo Ministério Público Estadual (MPE) como integrantes do núcleo de agentes públicos responsáveis por esquema fraudulento na Secretaria de Estado de Educação e estava preso desde o dia 3 de maio quando foi deflagrada a primeira fase da Operação Rêmora.

Segundo a denúncia do MPE, Fábio Frigeri, enquanto assessor especial da Seduc, e Wander Luiz dos Reis, à época superintendente de Acompanhamento e Monitoramento de Estrutura Escola da pasta, por intermédio do empresário Giovani Guizardi, que firmou acordo de delação premiada com a Justiça e está solto, tinham domínio funcional dos crimes e obtiveram vantagens indevidas por meio dos empresários que possuíam contratos administrativos de obras públicas da Seduc.

 

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários