Cuiabá, 21 de Maio de 2024
Notícia Max
21 de Maio de 2024

CIDADES Terça-feira, 04 de Outubro de 2016, 10:13 - A | A

Terça-feira, 04 de Outubro de 2016, 10h:13 - A | A

JUDICIÁRIO

PJe está instalado em todas as unidades do TJMT

Da Assessoria

TJ

 

O Processo Judicial Eletrônico (PJe) está instalado em todas as unidades julgadoras do Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Na tarde desta segunda-feira (3 de outubro) o presidente do TJMT, desembargador Paulo da Cunha, participou da solenidade de implantação da ferramenta na 1ª, 2ª e 3ª Câmaras Criminais, na Turma de Câmaras Criminais Reunidas e no Tribunal Pleno.

No evento, o presidente fez questão de ressaltar que o avanço na implantação da nova plataforma processual só está sendo possível por conta do envolvimento e dedicação dos servidores, juízes e desembargadores, que se esforçam para entregar o melhor serviço possível à sociedade.

Paulo da Cunha também ressaltou que até o final do ano o PJe estará implantado em mais de 120 unidades judiciárias, o que representa aproximadamente 47% de novos casos recebidos anualmente em todo o Judiciário Estadual. “Precisamos avançar com a implantação, mas sempre de forma serena e cuidadosa, respeitando o ritmo dos nossos parceiros”, explicou o desembargador.

O juiz auxiliar da Presidência Aristeu Dias Batista Vilella fez uma apresentação sobre o PJe, mostrando que é uma plataforma dinâmica e que possibilita uma tramitação processual ágil, segura e eficiente, além de proporcionar mais comodidade a todos os usuários. Em Segunda Instância o PJe já movimenta mais de 2.300 processos na área cível, com uma avaliação positiva por parte dos usuários.

Nas unidades que acabaram de receber o processo eletrônico, o peticionamento passará a ser obrigatório a partir do dia 9 de janeiro do próximo ano. Até essa data as ações também poderão ser protocoladas da maneira tradicional, por meio do peticionamento em papel.

Nas unidades julgadoras criminais de Segunda Instância o PJe vai funcionar apenas para as ações originarias, ou seja, ações que são protocoladas diretamente no Tribunal, isso porque o novo sistema ainda não foi implantado nas varas criminais dos fóruns.

Estiveram presentes na solenidade de instalação do PJe os desembargadores Maria Erotides Kneip (corregedora-geral da Justiça), Orlando de Almeida Perri, Juvenal Pereira da Silva, Rui Ramos Ribeiro, Gilberto Giraldelli e Antônia Siqueira Gonçalves Rodrigues, além da diretora-geral do TJMT, Suseth Lazarini, do procurador-geral de Justiça, Paulo Prado, e da defensora Mariusa Magalhães de Oliveira, representando o defensor público-geral.

Na solenidade de instalação do PJe os participantes fizeram um minuto de silêncio em virtude do falecimento do desembargador aposentado José Jurandir de Lima, no último sábado (1º de outubro).

 

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários