Cuiabá, 23 de Maio de 2024
Notícia Max
23 de Maio de 2024

POLÍTICA & PODER Terça-feira, 27 de Dezembro de 2016, 15:06 - A | A

Terça-feira, 27 de Dezembro de 2016, 15h:06 - A | A

REAJUSTE DE 26%

Câmara de Cuiabá aprova aumento de salário dos vereadores e do prefeito

G1-MT

 

 

A Câmara de Cuiabá aprovou nesta terça-feira (27) o reajuste dos salários dos vereadores, do prefeito e do vice da capital a partir de 2017. Com a aprovação do aumento do salário, cada parlamentar passará a receber R$ 18,9 mil, além da verba indenizatória no valor de R$ 11 mil, que corresponde a 26% a mais que a remuneração atual. Já o salário de prefeito deve subir de R$ 15 mil para R$ 23 mil. Dos 22 vereadores presentes à sessão, seis se manifestaram contra o reajuste.

 

Atualmente, os parlamentares de Cuiabá recebem R$ 15.031,00 e verba indenizatória de R$ 9,1 mil, o que coloca a Câmara de Cuiabá em oitavo lugar na lista das câmaras que mais gastam no país. Esse foi a última sessão do ano.

 

O vereador Oséas Machado (PSC) considerou que o Brasil vive um momento de crise, mas votou favorável ao reajuste salarial. “É certo que estamos atravessando um momento difícil na economia, mas o reajuste é legal e está dentro da legislação”, alegou. Machado não foi reeleito para o cargo, mas afirmou que o reajuste deveria ocorrer, já que o aumento só ocorre a cada quatro anos.

 

“Os salários de promotores e juízes ultrapassam os R$ 50 mil e eles não têm esse trabalho de lidar com o cidadão, que nós temos”, declarou.

 

O vereador do PSB, Leonardo Oliveira, votou contra o reajuste. “O aumento é legal, mas não é o momento oportuno, porque enfrentamos discussões sobre reajustes com outras categorias”, disse. Segundo ele, o aumento do salário não foi discutido em outras sessões. Para ele, a votação na última sessão do ano foi estratégica.

 

“É uma questão da Mesa Diretora querer aprovar o aumento. Pode ter sido estratégia dos próprios vereadores”, disse. Ele não também não foi reeleito para o cargo.

A Câmara de Cuiabá também aprovou o reajuste salarial do prefeito e vice. O valor pago ao chefe do Executivo deve subir de R$ 15 mil para R$ 23 mil. O salário será maior que o valor recebido pelo governador do estado, de R$ 21 mil.

 

Já o salário do vice-prefeito passará de R$ 10,5 mil para  R$ 16,1 mil a partir de 2017.

 

Aprovação da LOA

Recentemente, os vereadores também aprovaram a Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2017, no valor de R$ 2,252 bilhões. O orçamento previsto para ano que vem foi aprovado por unanimidade e sem emendas.

Apesar do reajuste nos salários, os vereadores aprovaram um orçamento R$ 30 milhões menor que o de 2016, com cortes em setores essenciais, como saúde e educação.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários