Cuiabá, 28 de Maio de 2024
Notícia Max
28 de Maio de 2024

POLÍTICA & PODER Sábado, 27 de Agosto de 2016, 07:49 - A | A

Sábado, 27 de Agosto de 2016, 07h:49 - A | A

EVITAR DESGASTE ELEITORAL

Janaina: Reforma administrativa foi adiada para poupar imagem de Wilson

Da Redação

 

A deputada estadual Janaina Riva (PMDB) afirma que recebeu com espanto a notícia e que a tão prometida reforma administrativa do governo estadual, cujo objetivo é o enxugamento da máquina pública e a diminuição de gastos do Poder Executivo, que seria enviada para a Assembleia Legislativa, ficará para depois das eleições. Segundo ela, a análise é somente uma: fazer politicagem mais uma vez com a cara da população e tentar evitar mais desgaste do candidato a prefeito Wilson Santos cuja imagem, na avaliação dela, saiu bastante arranhada depois do embate do RGA.  

Em suas redes sociais, a parlamentar fez um alerta aos servidores públicos sobre a possível demissão em massa pós-eleição, inclusive dos concursados. “Esse é o alinhamento defendido por Wilson Santos e Taques, o alinhamento contra o servidor. Já anunciaram a malvadeza, demissões em massa, inclusive de comissionados. A reforma que seria enviada em agosto como prometida pelo líder do governo, Wilson Santos, agora com finalidade eleitoreira é para depois das eleições. É uma ameaça clara do governador, de que irá acontecer demissões em massa, alinhado com o agora candidato a prefeito Wilson Santos”, consta do texto.

Ainda no post, a parlamentar faz um apelo aos demais deputados para que se unam em prol do maior bem que o poder público tem, que são os seus servidores. “Desde já apelo aos meus colegas deputados, precisamos ter serenidade e proteger o maior patrimônio desse estado que são nossos servidores. Quero alertar os meus amigos sindicalistas, é hora de organizar a luta e impedir mais essa apunhalada aos nossos servidores. No momento que todo Brasil clama por emprego, o governo de MT não se faz de rogado e anuncia que é governo do desemprego e da desesperança. Quero antecipar, contem comigo em mais essa luta, precisamos combater esse ALINHAMENTO”, finalizou.

EMENDA À LDO

Na última semana, durante sessão ordinária,  a parlamentar apresentou emenda aditiva à Lei de Diretrizes Orçamentárias que veda a exoneração de servidores estáveis e não estáveis como medida decorrente da atualização da Meta Fiscal do Estado.

"A presente Emenda visa dar tranqüilidade aos servidores do estado de que nenhum servidor efetivo ou aqueles que estão em estágio probatório serão demitidos para que o governo cumpra meta fiscal. Se for para haver cortes, que corte os cargos em comissão ou de gastos em outras áreas. Se fez concurso, convocou pessoal, que o governo honre a palavra e não demita essas pessoas", justificou.

 

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários