Cuiabá, 18 de Maio de 2024
Notícia Max
18 de Maio de 2024

POLÍTICA & PODER Segunda-feira, 08 de Agosto de 2016, 14:26 - A | A

Segunda-feira, 08 de Agosto de 2016, 14h:26 - A | A

ENTREVISTA DA SEMANA

Julier Sebastião: “Vamos melhorar a vida de todos, mas principalmente daqueles que são mais pobres”

Valdemar Félix

Beto Terra

 

O ex-juiz Julier Sebastião da Silva deixou uma carreira na magistratura federal para ingressar no mundo político eleitoral, e disputará a prefeitura de Cuiabá pelo Partido Democrático Trabalhista. Em entrevista ao Notícia Max, Julier diz que pretende em seu plano de governo priorizar a população mais carente, frisa que não acredita em um possível desgaste por conta de ter uma candidata a vice indicada pelo Partidos dos Trabalhadores, e garante estar mais presente nos bairros.

Notícia Max - Por que o senhor é candidato a prefeito de Cuiabá?

Julier Sebastião – Pretendemos inverter as prioridades sociais aqui em Cuiabá, ou seja, fazer com que a administração pública em Cuiabá volte-se aos mais pobres, a fazer com que os setores mais empobrecidos da sociedade tenham acesso a políticas públicas de saúde, de saneamento, de educação, de mobilidade urbana e também cultura, esporte e lazer. Ou seja, de fazer com que o cuiabano seja o centro da prioridade da administração pública municipal, coisa que não aconteceu nesses quase 300 anos de existência da nossa Capital.

Notícia Max - A candidatura do senhor vem sendo criticada, inclusive , gerou bate-boca nas redes sociais. Por que o senhor acha que há essa preocupação?

Julier Sebastião – Estamos construindo juntamente com os partidos democráticos e populares de nossa cidade, o PDT, o PT e o PCdoB, um projeto de governo, um programa de governo que respeite a principal característica de nossa cidade que é a sua diversidade. E ela precisa ser refletida tanto no seu aspecto econômico, quanto cultural e social dentro desse projeto. E evidentemente quando você começa falar de cuidar de gente, principalmente cuidar dos mais pobres, isso causa algum incômodo, mas também significa que o nosso programa, que aquilo que estamos dizendo que iremos fazer também tem ampliado o seu alcance, e isso é muito bom.

Notícia Max - E o recuo da candidatura de Mauro Mendes, muda totalmente o quadro eleitoral.

Julier Sebastião – Do ponto de vista de nossa candidatura já tínhamos constituído nossa aliança com os partidos democráticos, PDT, PT e PCdoB, já temos uma chapa majoritária definida, no caso a minha candidatura como prefeito e da suplente de deputada federal Jusci Ribeiro, do PT, como nossa vice, e já temos um programa de governo em debate, em processo final de construção.

Portanto, com essas características, o que aconteceu do lado de lá da ponte, vamos dizer assim, não nos diz respeito porque estamos dialogando com os cuiabanos, o que vamos continuar a fazer, e temos certeza que estaremos no segundo turno.

Há alguns dias eu disse sobre uma previsão, me perguntaram sobre a entrada do Emanuel Pinheiro na disputa, e eu disse que isso não alterava em nada, porque nós estamos no segundo turno, e o prefeito de Cuiabá e o Emanuel que teriam que decidir quem iria pro segundo turno. Eu acho que a minha previsão não estava errada. Estamos no segundo turno, não sei se o Emanuel se garante nas pernas.

Notícia Max - O senhor acredita que tendo um candidato a vice do PT, não vai causar desgaste eleitoral?

Julier Sebastião – O maior desgaste aqui na Capital parece que são dos partidos dos nossos adversários. Porque o PSDB tem um escândalo, uma prisão de um secretário em plena execução, em relação ao PMDB o próprio ex-governador e vários membros do governo passado também com problemas prisionais, então, é evidente que não precisamos ir longe para analisar desgaste. Eu chego facilmente à conclusão de que o desgaste não é nosso.

Notícia Max - O senhor vê os avanços apontados pela atual gestão, principalmente na saúde, educação e infraestrutura?

Julier Sebastião – Estamos construindo um projeto, uma candidatura de oposição, e justamente o projeto que tem por base a constatação de que a prefeitura de Cuiabá é ausente no que se refere a prestação de serviços básicos essenciais à população. Há uma evidente opção preferencial pelos mais privilegiados, e é isso que vamos buscar inverter, ou seja, vamos passar a dar prioridade àqueles que mais precisam da administração pública, e isso significa dizer que vamos administrar a partir dos bairros, vamos administrar a partir das necessidades daquelas pessoas que mais precisam da prefeitura.

Vamos melhorar a vida de todos, mas principalmente daqueles que são mais pobres. Porque se esses estão bem, a classe média também estará bem, porque se o setor de mobilidade, de transporte público, estiver bem, a classe média vai usar o transporte público. Se tiver um sistema de saúde bom, a classe média, assim como todas as classes, utilizarão a saúde. A melhoria do sistema público, desses serviços públicos, melhora a vida de todos, mas principalmente dos mais pobres, e é isso que vamos focar nesse debate, nesse projeto, e é por isso que acho que seremos um algo de novo dentro desse caldeirão que Cuiabá vive hoje que é exatamente a ausência e precariedade dos serviços públicos.

Notícia Max - Mesmo com a fiscalização rigorosa do TRE, o senhor acredita que nessa campanha haverá a prática do caixa 2?

Julier Sebastião – Fizemos uma opção preferencial pela legalidade, portanto, rogamos que os órgãos de controle de fiscalização exerçam sua função plenamente, impedindo que nossos adversários descambem para a ilegalidade. Sempre temos como alvissareiro qualquer notícia de que os órgãos como TRE e o Ministério Público atuarão com conseqüência no sentido de impedir esse desvirtuamento no processo eleitoral que é o uso de caixa 2.

Notícia Max -  Quais as suas principais propostas para Cuiabá?

Julier Sebastião – A primeira parte é de natureza do nosso programa de governo, ou seja, vamos partir da ótica dos mais pobres, não que vamos tratar mal os ricos, mas vamos tratar melhor os pobres, e para isso vamos dedicar e dar prioridade às políticas públicas que tenham índole de natureza social, que tenham índole de natureza coletiva, que privilegiem os bairros, as comunidades, que privilegiem os serviços que dizem respeito a todos. Esse é o norte da administração.

O segundo é fazer com que tenhamos um prefeito presente, não como o atual prefeito que se ausentou da cidade no sentido de sua administração. Se ausentou dos bairros ao longo desses quatro anos. Vamos fazer com que a prefeitura tenha sua presença nos bairros, com serviços públicos, com iluminação, com trabalho tanto na área de saúde quanto na área de segurança pública, porque é responsabilidade da prefeitura, juntamente com o Estado, enfim, de prestar uma melhoria na qualidade de vida do cuiabano e mais ainda, fazendo com que a administração municipal reflita a diversidade que é a nossa cidade.

Por exemplo, não podemos admitir que a atual gestão só tenha agora uma secretária, durante todo esse período era só um secretariado de homens. Vamos fazer com que voltemos a ter Secretaria de Esportes, que tenhamos Secretaria de Juventude, que tenhamos uma Secretaria de Cultura propriamente dito, não uma fundição de Cultura, Esporte e Lazer e tudo mais que couber na Pasta. E é nesse sentido que trabalhamos com os principais pontos de nosso programa de governo.

 

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários