Cuiabá, 18 de Maio de 2024
Notícia Max
18 de Maio de 2024

AGRONEGÓCIO Sexta-feira, 23 de Setembro de 2016, 11:47 - A | A

Sexta-feira, 23 de Setembro de 2016, 11h:47 - A | A

RETRAÇÃO

Exportações de Mato Grosso recuam no último mês

Gazeta Digital

FOTO: REPRODUÇÃO

 

 

As exportações mato-grossenses para os 7 países asiáticos que estão sendo visitados pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, retraíram 21,6% de janeiro a agosto deste ano, se compradas a igual período de 2015. Este ano, China, Mianmar, Coreia do Sul, Índia, Malásia, Tailândia e Vietnã importaram, juntos, o equivalente a US$ 10,244 bilhões em commodities, enquanto que no mesmo intervalo do ano passado foram US$ 13,070 bilhões. O descontrole cambial que foi agudo no 1º semestre deste ano é o fator preponderante para justificar a retração dos negócios.

 

Os dados são do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Mdic), compilados pela Assessoria Econômica da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt). Apesar da retração, a expectativa é que a viagem do ministro da Agricultura estreite as relações comerciais com os países mais populosos do mundo.

 

O economista Anderson Nunes de Carvalho Viera, especialista em Agronegócio, avalia que ainda existe espaço seguro para a expansão do agronegócio mato-grossense para outros países, principalmente, os asiáticos. “Contudo, existe uma dependência muito grande da monocultura, o que é um prejuízo à produção. Outra situação problemática é a demanda majoritária da China, que consome mais de 30% da produção mato-grossense. Isso deixa o Estado vulnerável, pois se houver qualquer problema na demanda chinesa, o Estado vai sofrer com a retração da demanda e nos preços dos produtos”, alerta.

 

Na Ásia desde o começo deste mês, Blairo Maggi já visitou todos os países programados e agora está na Índia, onde vai participar do encontro dos ministros da agricultura dos países que compõem o Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). As últimas negociações foram com a Índia, onde em um encontro com o ministro da agricultura daquele país, Radha Mohan Singh, ficou acertada a exportação de maçã, ovos e pintos de um dia para aquele país. Também está encaminhada a exportação de carne suína. Ao todo já foram gerados mais de US$ 50 milhões em negociações bilaterais e prospectados investimentos de US$ 200 milhões.

 

O senador por Mato Grosso, Cidinho Santos (PR), acompanha o ministro Maggi na missão asiática, e avalia de forma positiva as negociações. “O Brasil produz alimentos de alta qualidade e com sustentabilidade, utilizando as mais modernas tecnologias e respeitando o meio ambiente. É um exemplo para o mundo”. A comitiva volta ao Brasil no domingo (25).

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários