Cuiabá, 13 de Junho de 2024
Notícia Max
13 de Junho de 2024

AGRONEGÓCIO Terça-feira, 27 de Abril de 2021, 08:26 - A | A

Terça-feira, 27 de Abril de 2021, 08h:26 - A | A

COTAÇÕES

Preços sobem no internacional e Brasil vende mais soja

No mercado FOB da Argentina, os prêmios permaneceram estáveis

Agrolink

A soja também foi apoiada pelo aumento dos preços do óleo de soja, que conseguiu subir durante o dia, apesar das crescentes preocupações sobre o forte aumento das infecções por Covid-19 na Índia e suas possíveis consequências negativas para a demanda global de óleo. As informações são da TF Agroeconômica.

“Na origem, os prêmios no Brasil caíram ainda mais, principalmente para os contratos de maio, à medida que as pressões da alta da CBOT continuaram e foram reforçadas pela valorização do real frente ao dólar norte-americano durante o dia. No mercado de papel de Paranaguá, a base de maio caiu de menos 14 c/bu sobre o futuro de maio na sexta-feira para menos 29 c/bu, equivalente a $ 565,00/t. Os prêmios para as remessas de junho/julho diminuíram 2-3 c/bu com os contratos de junho avaliados em 13 c/bu sobre os futuros de julho, equivalendo a $ 580,50/t”, comenta a consultoria.

No mercado FOB da Argentina, os prêmios permaneceram estáveis no dia com os embarques de maio avaliados em menos 16 c/bu sobre os futuros de maio. “No mercado CFR, as margens de esmagamento se estreitaram nesta segunda-feira, com os futuros da soja da CBOT continuando a subir, enquanto os futuros do óleo de soja em Dalian despencaram em meio à piora da situação do Covid-19 na Índia. As ofertas da soja brasileira permaneceram praticamente inalteradas no dia, com o embarque em junho indicado em 145 c/bu em relação ao futuro de julho. Uma remessa de julho foi negociada a 160 c/bu sobre os futuros de julho na sexta-feira passada. O indicador China para remessa de junho da opção mais barata foi avaliado em 144 c/bu sobre o futuro de julho, equivalente a $ 617,25/t, alta de $ 5/t no dia”, conclui.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários