Cuiabá, 25 de Junho de 2024
Notícia Max
25 de Junho de 2024

FICA ESPERTO Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 15:36 - A | A

Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 15h:36 - A | A

DO CAMPO AO PRATO

Indea leva a estudantes orientações sobre a importância das práticas sanitárias na produção de alimentos

Projeto está percorrendo escolas estaduais e municipais, no fim do cronograma de palestras, será realizado um concurso

Redação

O Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) está percorrendo escolas estaduais e municipais com o projeto ‘Do Campo ao Prato’, que tem como proposta apresentar aos alunos com idades entre 7 a 12 anos as etapas de produção e as práticas sanitárias que os alimentos passam ao sair do campo para o prato. 

Participam do projeto fiscais, médicos veterinários e agrônomos, agentes fiscais de defesa agropecuária do órgão.  Por meio de palestras com uso de materiais metodológicos e educativos, os alunos têm tido a oportunidade de aprender sobre os principais desafios enfrentados na garantia da segurança alimentar. 

“Essa compreensão ajuda a promover não apenas a saúde individual, mas também a sustentabilidade ambiental e a valorização da agricultura local”, explica a presidente do Indea, Emanuele de Almeida. 

Nas apresentações são utilizadas maquetes com temática rural, bem como embalagens de produtos alimentícios produzidos localmente, como manteiga, queijo, ovos e leite. 

Todos os materiais apresentados e as cartilhas de educação sanitária foram desenvolvidos pelos profissionais do Indea com o propósito de ser o mais próximo da vivência escolar. 

“Acreditamos que ao levar informações aos alunos sobre a necessidade de se haver boas práticas sanitárias, ajudamos a formar cidadãos mais atentos a isso e propagar a necessidade de haver os hábitos higiênicos relevantes à conservação da saúde e do bem-estar”, acrescenta a presidente do Indea.  

Ao final do projeto, haverá concurso para as escolas participantes e os alunos. O estudante com a melhor redação sobre a palestra ganhará um tablet e a escola onde ele estuda, um projetor multimídia com conexão de internet. 

Esses prêmios foram viabilizados pela parceria com Fundo de Qualidade, Produtividade e Segurança do Leite de Mato Grosso (FQPSLEITE). Todos os alunos que participam da palestra ganham uma garrafa customizada pelo Fundo.

“O Fundo apoiou porque vê nesse trabalho uma ação importante para as futuras gerações e enxerga nesse projeto formas de propagar a importância das práticas sanitárias de produção dos produtos primários do campo com qualidade. Temos a intenção de dar continuidade e criar novos projetos para que a garotada que aí está seja no futuro fontes criativas que façam avançar novas ou melhores tecnologias na área de segurança alimentar”, afirma o presidente do FQPSLEITE, Antônio Carlos Dourado.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários