Cuiabá, 13 de Junho de 2024
Notícia Max
13 de Junho de 2024

POLÍTICA & PODER Quinta-feira, 20 de Maio de 2021, 10:56 - A | A

Quinta-feira, 20 de Maio de 2021, 10h:56 - A | A

CRIME CONTRA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Cinco municípios de Mato Grosso são alvos da operação “Esforço Comum”

As investigações apontam irregularidades na contratação de prestação de serviços terceirizados envolvendo agentes públicos e a cooperativa Coopervale

Redação

Cinco municípios de Mato Grosso são alvos da operação “Esforço Comum” deflagrada na manhã desta quinta-feira (20) para combater crimes contra administração pública, fraude em licitação e enriquecimento ilícito de agentes públicos. As ordens judiciais são cumpridas em Rondonópolis, Cuiabá, Sorriso, Santa Rita do Trivelato, Pedra Preta e nos municípios de Japorã, em Mato Grosso do Sul, e Guaíra, no Paraná.

A operação “Esforço Comum” é resultado de investigação realizada pela unidade do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) de Rondonópolis e as atividades operacionais contam com o apoio do Gaeco de Cuiabá e Sorriso, além da Polícia Judiciária Civil por meio das delegacias de Combate à Corrupção (Deccor), Especializada de Roubos e Furtos (Derf) e regionais. Em Rondonópolis, a Força Tática da Polícia Militar também prestou apoio ao cumprimento dos mandados.

Ao todo foram expedidos 36 mandados de busca e apreensão. Desse montante, três foram cumpridos fora do estado e o restante em Mato Grosso. As investigações apontam irregularidades na contratação de prestação de serviços terceirizados envolvendo agentes públicos e a cooperativa Coopervale.

As investigações até o momento revelaram que a cooperativa firmou contrato com diversos municípios mato-grossenses e estendeu sua atuação para outros estados da federação. Contudo, há indícios de que houve prévio ajuste para contratação da cooperativa, ao menos junto ao Município de Rondonópolis, que resultou no pagamento de mais de R$ 67.000.000,00 pela prestação de serviços.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários