Cuiabá, 21 de Maio de 2024
Notícia Max
21 de Maio de 2024

POLÍTICA & PODER Sexta-feira, 10 de Junho de 2016, 10:53 - A | A

Sexta-feira, 10 de Junho de 2016, 10h:53 - A | A

AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE

Jean mostra seriedade no comando da Gcom

Valdemar Félix

REPRODUÇÃO

 

 

.Após uma verdadeira batalha judicial, o Gabinete de Comunicação Social do Estado (Gcom) homologou, na terça-feira (07), o contrato com as cinco agências de publicidades que prestarão serviços técnicos de publicidade. De acordo com os critérios estabelecidos no Edital, foram declaradas vencedoras as propostas das licitantes, nesta ordem, ZF Comunicação, FCS Comunicação, Nova SB, Soul Propaganda e Casa D’ideias.

 

A licitação ficou judicializada por conta da decisão do juiz Luiz Aparecido Bortolussi que acolheu pedido da TIS Publicidade e Propaganda Ltda, Em uma publicação do Diário Oficial, datada de 15 de fevereiro deste ano, a TIS estava classificada na 6ª posição. Para fundamentar o pedido, a TIS afirmou a existência de várias irregularidades no procedimento.

 

Sob comando do secretário Jean Campos, a Gcom demonstrou que ao contrário do que alegou a TIS, o processo licitatório de forma transparente. Sendo que todo o trâmite da licitação foi informado aos órgãos de controle como Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado e amparado legalmente pela Procuradoria e Controladoria Geral do Estado.

 

A lisura do processo licitatório foi reconhecido até mesmo no Parlamento Estadual, onde o deputado Max Russi (PSB) usou a tribuna para elogiar a forma como o processo de licitação foi desenvolvido, inclusive, lembrando que pela primeira vez foram realizadas audiências públicas, e elogiou o trabalho de Jean à frente do processo. “Um dos secretários do governador Pedro Taques que é uma jovem revelação deste governo. Um secretário muito bem-intencionado, sério e que tem procurado acertar e ajuda a fazer um governo de transformação”, disse o deputado.

 

Merece destaque também a postura adotada pelo governo estadual durante esse período quando a licitação ficou suspensa. Mesmo enfrentando forte pressão, o jovem, mas que se mostrou bastante experiente, Jean Campos, manteve a postura legalista que marca o Governo Taques, não lançando mão de subterfúgios tão comuns em outras gestões para divulgar os trabalhos, mesmo que de forma velada, nos meios de comunicação.

 

Que houve um prejuízo ao governo, que ficou por um período sem poder divulgar o seu trabalho, isso não há dúvida, principalmente se levado em conta que a atual gestão enfrenta atualmente a pior crise com a greve do funcionalismo público, porém, de outro lado demonstra que a transparência e seriedade com o dinheiro público são prioridades.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários