Cuiabá, 15 de Julho de 2024
Notícia Max
15 de Julho de 2024

POLÍTICA & PODER Quinta-feira, 01 de Dezembro de 2016, 09:34 - A | A

Quinta-feira, 01 de Dezembro de 2016, 09h:34 - A | A

CAMPANHA 2016

MPE dá parecer favorável às contas de Lucimar

Da Redação

 

O Ministério Público Eleitoral manifestou-se oficialmente pela aprovação sem restrições das contas da campanha eleitoral da prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos que disputou a reeleição pela Coligação Pra Avançar e Melhorar que reuniu 14 partidos.

“Com essa decisão do Ministério Público Eleitoral volto a dedicar minha vitória à Várzea Grande e a sua gente, pois estamos demonstrando que é possível se fazer política de forma honrada, determinada e principalmente limpa. O aval do Ministério Público e da Justiça Eleitoral é importante para consagrar em definitivo nossa caminhada política”, disse a prefeita Lucimar Campos, para quem a lisura do processo eleitoral só foi possível porque os agentes de fiscalização atuaram com rigor e com o único interesse em possibilitar e garantir que a vontade popular fosse respeitada.

Reeleita com 76,16% ou 95 mil 634 voto, uma esmagadora votação Lucimar Campos assumiu o atual mandato em 08 de maio de 2015 e disputou a reeleição com menos de dois anos de mandato.

A manifestação foi assinada pelo promotor de Justiça Eleitoral, Mauro Poderoso de Souza no último dia 28 de novembro de 2016 e lembra que o parecer técnico da analista judiciária do Tribunal Regional Eleitoral – TRE/MT, não teria constatado inconsistências que inviabilizasse a analise das referidas contas.

A manifestação do Ministério Público Eleitoral foi protocolada no último dia 29 no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso.

“Compulsando os autos, nota-se que o analista judiciário, após a análise técnica empreendida na prestação de contas e em razão de não se ter sido constatada inconsistências que inviabilizasse a análise das contas, manifestou-se pela aprovação das contas, de modo que o prestador foi devidamente intimado acerta do parecer conclusivo, tendo se mantido inerte”, relata o parecer do promotor Mauro Poderoso de Souza.

Lembra ainda ele que “desta feita, opina o Ministério Público Eleitoral, em consonância com o parecer técnico, pela aprovação das contas nos termos do art. 68, I da Resolução 23.463/2015 do Tribunal Superior Eleitoral – TCE”, relata o promotor eleitoral.

Com a manifestação do Ministério Público Eleitoral que acompanhou o parecer técnico da analista judiciaria do Tribunal Regional Eleitoral – TRE/MT, resta agora a manifestação definitiva da juíza eleitoral Ester Belém Nunes.

 

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários