Cuiabá, 23 de Maio de 2024
Notícia Max
23 de Maio de 2024

CIDADES Sexta-feira, 11 de Novembro de 2016, 15:38 - A | A

Sexta-feira, 11 de Novembro de 2016, 15h:38 - A | A

SAÚDE

Hospital promove mutirão de cirurgia de hérnia inguinal

Da Assessoria

 

Um mutirão para cirurgias de correção de hérnia inguinal está sendo realizado nesta sexta-feira (11), para o aprimoramento da técnica de Liechtenstein por médicos mato-grossenses. A técnica de Lichtenstein é o que se tem de mais apurado em cirurgia das hérnias inguinais, permitindo fixação de prótese de polipropileno, sem tensão na linha de sutura, baixa reincidência, ampla aplicabilidade, fácil ensino aos cirurgiões, alta precoce do paciente e menores custos. Ao todo, durante toda esta sexta-feira, serão operadas 15 pessoas. 

O mutirão faz parte da programação da quinta edição do “Gastrinho” – um evento voltado para a atualização médica, com importantes módulos de conhecimento ministrados por especialistas na área, que terá abertura oficial nesta sexta-feira, às 18h30, no auditório da Todimo Home Center. O evento será realizado entre hoje (11) e sábado (12), com vagas limitadas.

Tanto o mutirão como o “Gastrinho” são realizados pelo Hospital Santa Rosa – por meio do Programa de Residência Médica Centro de Estudos Dr. Cervantes Caporossi – em conjunto com a Liga de Cirurgia do Aparelho Digestivo (LCAD) da Unic e o Colégio Brasileiro de Cirurgiões – Secção Mato Grosso (CBC-MT). As cirurgias do mutirão estão acontecendo no Hospital Metropolitano, numa parceria com o Hospital Santa Rosa.

Por meio do programa “Hernia Repair for the Underserved” (“Reparo de Hérnia Para Pessoas Carentes”, em livre tradução), uma equipe médica especializada composta por profissionais capacitados pela instituição norte-americana conduz a atividade junto com a equipe local. 

Considerada pela literatura médica o padrão-ouro nesse tipo de procedimento, a técnica de Liechtenstein - “Tension Free” (“Livre de Tensão”) compõe a atividade cirúrgica que faz parte de uma iniciativa da Universidade da Califórnia (UCLA) – que incorporou o Lichtenstein Hernia Institute (Instituto Lichtenstein) e o programa “Hernia Repair for the Underserved” (“Reparo de Hérnia Para Pessoas Carentes”, em livre tradução).  

 “Os representantes da UCLA irão treinar e instruir os cirurgiões locais sobre a técnica. A proposta é que, após o mutirão, os médicos daqui possam dar continuidade ao tratamento de outros pacientes que vierem a sofrer dessa patologia. Ao todo, 15 cirurgias serão realizadas nesta sexta-feira”, explica um dos organizadores do Gastrinho, o cirurgião geral e do aparelho digestivo Carlos Henrique Arruda Salles.    

Salles explica ainda que “participam do treinamento três cirurgiões, dois médicos-residentes do Hospital Santa Rosa (HSR) e do Hospital Geral Universitário (HGU), acadêmicos da Liga de Cirurgia do Aparelho Digestivo (LCDA) da Unic e dois professores da Santa Casa de São Paulo – o doutor em medicina (cirurgia) Rodrigo Altenfelder Silva e o especialista em cirurgia geral e do aparelho digestivo Maurice Youssef Franciss”.     

Embora muitas pessoas que sofrem com o problema de hérnia inguinal adiem a solução, praticamente todos os casos necessitam de intervenção cirúrgica – cujo índice de cura alcança 98%. Se não cuidado, o problema pode desencadear complicações que trazem risco de morte ao paciente. As hérnias inguinais são hérnias que ocorrem na região da virilha e correspondem a 75% de todas as hérnias abdominais e são 25 vezes mais comum em homens do que em mulheres. 

TÉCNICA DE LICHTENSTEIN – A técnica de Lichtenstein é o que se tem de mais apurado em cirurgia das hérnias inguinais. A primeira vez que foi utilizado na literatura o termo "hernioplastia isenta de tensão" ocorreu em 1986, por Lichtenstein. A minuciosa aplicação da técnica, tem sido o alicerce dos melhores resultados tardios, com recorrências menores que 1% descritos na literatura médica.

GASTRINHO – Com miniconferências de alto nível e temas atuais, o programa “Gastrinho” é voltado para estudantes e graduados na área médica. Além de estimular a pesquisa e contar pela primeira vez com a divulgação de trabalhos acadêmicos, o evento tem como proposta desmistificar a rotina dos profissionais deste segmento ao promover o intercâmbio educacional por meio da aplicação de conceitos, discussão e análise de casos durante a edição. 

 

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários