Cuiabá, 15 de Julho de 2024
Notícia Max
15 de Julho de 2024

CIDADES Segunda-feira, 28 de Novembro de 2016, 16:27 - A | A

Segunda-feira, 28 de Novembro de 2016, 16h:27 - A | A

PROGRAMA LAR

Programa resgata estrutura familiar de dependentes

Da Redação

 

O Juizado Especial Criminal e da Fazenda Pública de Várzea Grande (Jecrim/VG) vem desenvolvendo, há três anos, um trabalho de transformação de vidas com famílias vulneráveis em virtude da dependência química ou de violência doméstica. Através de cursos profissionalizantes, trabalhos artesanais, pintura, expressões artísticas e outras atividades, o programa “Justiça em Estações Terapêuticas e Preventivas” em parceria com o Centro Universitário de Várzea Grande (Univag) auxilia essas pessoas a retomarem sua autoestima e alcançarem uma nova perspectiva de vida.

Todo o trabalho desenvolvido pelos quase quatro mil assistidos do projeto será divulgado nesta terça-feira (29 de novembro), a partir das 10h, no lançamento do programa LAR – Liberdade, Amor e Responsabilidade, que será apresentado no formato de uma feira cultural com a exposição da luta diária travada por essas pessoas, na sede do Jecrim/VG, localizado no Univag.

 “Será o momento de mostrar à sociedade um pouco de cada talento, de cada trabalho e as descobertas nesses três anos. É uma forma de resgatar a autoestima dessas pessoas que têm uma estrutura familiar difícil e repleta de violências. Mostrar que é possível resgatar as famílias, valorizar o trabalho desempenhado e trazer novos horizontes”, explicou a juíza titular do Jecrim/VG e diretora do programa, Amini Haddad Campos.

O evento terá ainda a palestra de abertura “Justiça Terapêutica-Preventiva, Direito Sistêmico e Constelações Familiares” com a juíza Jaqueline Cherulli, que dará início à capacitação das equipes da Unidade Judiciária Jecrim/Univag, na temática humanística que defende que cada ser humano é responsável pela sua história e vida.

As equipes são formadas por voluntários e estudantes de cursos de graduação das mais variadas áreas, tais como psicologia, assistência social, educação física, odontologia, ciência e tecnologia.

O trabalho desenvolvido pelas equipes é direcionado de três formas: demandas vindas de processos judiciais envolvendo dependência química, processos judiciais de natureza diversa que se originaram na dependência química (por exemplo, injúria entre vizinhos) ou demandas espontâneas de famílias vulneráveis que buscam apoio no núcleo, como busca por emprego, tratamento odontológico, aposentadoria, dentre outros.

 “O programa cresceu muito em efetividade, número de participantes e resultados positivos. É um trabalho de muito amor, dedicação e fé de pessoas que fazem acreditando no objetivo. Conseguimos essa dimensão pela seriedade das pessoas envolvidas”, destaca a magistrada.

Ação - A feira cultural e a palestra serão realizadas no Jecrim/VG, localizado na Avenida Dom Orlando Chaves, 2.655, no campus do Univag, bairro Cristo Rei, Várzea Grande.

 

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários