Cuiabá, 15 de Julho de 2024
Notícia Max
15 de Julho de 2024

ECONOMIA Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2016, 10:07 - A | A

Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2016, 10h:07 - A | A

COMÉRCIO EXTERIOR

Banco canadense vem a MT conhecer empresas e avaliar investimentos

Com apoio da Desenvolve MT, a Câmara de Comércio Brasil-Canadá interage com profissionais e empresários da mineração do estado para atrair investidores

Redação | Sedec-MT

Sedec-MT

Equipe da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Desenvolve MT e da CCBC (Câmara de Comércio Brasil-Canadá) se reúnem nesta quinta-feira (15.12), em Cuiabá, para discutir a participação de Mato Grosso na missão no principal evento mundial de mineração e em uma das maiores feiras do setor de alimentos, ambos realizados em Toronto, no próximo ano.

 

A reunião, proposta pela CCBC, tem como objetivo dar continuidade aos trabalhos já iniciados durante a visita da CCBC a Mato Grosso, que resultou na assinatura de dois termos de compromisso, um para a promoção do turismo no Estado e outro com o objetivo de ampliar o volume de negócios entre o Mato Grosso e o Canadá no campo da mineração. 

 

“Nesta quinta-feira a equipe fará visitas para conhecer de perto o potencial mineral do estado. Mas também temos interesse em fortalecer os encaminhamentos para o PDAC, a maior feira de mineração do mundo, realizada no Canadá. Pensamos participar, já na próxima edição, com uma missão técnica com cerca de 20 empresários do setor, onde a agenda será exclusivamente com investidores. Isso abre uma expectativa que nunca se teve no Estado”, explicou João Gebara, diretor de Prospecção de Negócios da Desenvolve MT.

 

A iniciativa possibilitará aos integrantes da missão, uma agenda de atividades e reuniões fora da PDAC, com equipe da Câmara do Canadá monitorando os trabalhos. O evento é um leque de oportunidades de novos negócios.

 

Participarão da reunião em Cuiabá o diretor de Relações Institucionais da CCBC, Paulo de Castro Reis; Armínio Calonga Jr, gerente de Novos Negócios, além de Guillaume Légaré, representante-chefe do National Bank of Canada no Brasil e diretor para a América do Sul.

 

“A Câmara Brasil-Canadá é um centro de negócios estabelecido em São Paulo, para arbitragem e negociação, ou seja, para aproximar a demanda da oferta, do Canadá para o Brasil e vice-versa. Há quatro anos participamos da feira, considerada a maior na área de extração mineral. Intermediamos investidores com outros estados, como Minas Gerais e Pará. E vejo a grande possibilidade de ações futuras com Mato Grosso, que está em fase adiantada nesse campo. Além do produto, temos projeções que podem beneficiar áreas de pesquisa”, avaliou Armínio Calonga, da CCBC.

 

Ao investidor, segundo ele, transforma interessa o quanto rende e o quando precisa ser investido. “Tudo é negociação, pode ser para curto ou longo prazo, ou mesmo nem chegar a se concretizar. Mas vejo que Mato Grosso tem um diferencial, o potencial mineral a seu favor. São várias opções para investimento, tanto no que já possui (produto) como em pesquisa”, explicou.

 

Otimista, Armínio pontuou que é preciso celeridade no processo, a começar pela definição para a PDAC. A feira será no início do mês de março de 2017.

 

Agenda

 

Em Cuiabá, os representantes da Câmara Brasil-Canadá conhecerão alguns empreendimentos. Um deles tem a proposta de exportação do peixe tambaqui para o Canadá e outro visa a exportação de bananinha em barra. Visitas também estão agendadas em empresas de mineração. 

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários