Cuiabá, 21 de Maio de 2024
Notícia Max
21 de Maio de 2024

CIDADES Terça-feira, 21 de Junho de 2016, 09:04 - A | A

Terça-feira, 21 de Junho de 2016, 09h:04 - A | A

WIFI LIVRE

Apenas 10% dos coletivos têm acesso ao wifi em Cuiabá

Da Redação

REPRODUÇÃO

 

 

Estão circulando em Cuiabá, cerca de 36 ônibus, do sistema coletivo, com acesso a internet livre. De acordo com a Associação Mato-Grossense dos Transportadores Urbanos (AMTU) o sinal é bom, mas é restrito somente aos usuários que têm cartão de transporte e cadastro na AMTU. A internet livre não vale para os que comprarem cartão nos pontos, por exemplo.

 

Para acessar, tem que usar a rede “bus” e digitar o CPF em uma janela que abre na tela do celular automaticamente.

 

Ao todo, 60 carros novos que já chegaram à capital terão este serviço, para substituir outros que eram de ano anterior a 2007 – frota mais velha do que o preconizado.

 

Dos 360 carros fazem o “leva e traz” de passageiros na rotina da capital, os que têm equipamento de wife representam somente 16% deles. Desses, só 10% já estão operando.

 

Os carros novos são das três empresas que prestam o serviço em Cuiabá – Expresso Norte Sul, a Pantanal e a Integração - e uma quarta que oferece linhas entre a capital e Várzea Grande (União Transportes).

 

No entanto, o serviço de wifi em ônibus urbanos é uma realidade em várias capitais, entre elas São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte e Campo Grande. De um ano para cá, a AMTU informa que aumentou consideravelmente o número de cidades brasileiras que adotaram o serviço, favorecido por um equipamento anexo em carros novos. A mecânica da frota velha não permite a adesão.

 

Além da internet, os carros novos vão ter também biometria facial, que é a confirmação do usuário, sem que ele precise passar cartão, assim como ar-condicionado. A biometria pode amenizar a demora critica por Vanda e impedir o uso indevido do cartão.

 

A chegada desses novos carros afasta a licitação, de renovação de contratos, que estava prevista para o ano passado, adiada para este ano, que chegou a ser anunciada pela Prefeitura de Cuiabá, mas até o momento não “saiu”.

 

A prefeitura da capital informou que faria a renovação de contratos vencidos, mediante alguns casos de acidentes, envolvendo ônibus velhos, sem condições mecânicas de operar.

 

(Com informações do Gazeta Digital)

 

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários