Cuiabá, 24 de Junho de 2024
Notícia Max
24 de Junho de 2024

CIDADES Terça-feira, 22 de Junho de 2021, 10:11 - A | A

Terça-feira, 22 de Junho de 2021, 10h:11 - A | A

NA CAPITAL

Crea repudia acusação injusta e agressão contra engenheiro

Funcionários de uma loja Studio Z, do Shopping Pantanal, em Cuiabá, teriam acusado o engenheiro civil Paulo Arifa, que também é servidor público federal de ter roubado um par de sapatos, que ele tinha acabado de compra

Redação

O Conselho Regional de Engenharia de Mato Grosso (Crea-MT), em nome do seu presidente, engenheiro civil Juares Samaniego, diretoria e conselheiros repudiam ato de injúria, calúnia e lesão corporal de forma injusta contra o engenheiro civil, Paulo Henrique Arifa dos Santos, no dia 09 de junho.

Funcionários de uma loja Studio Z, do Shopping Pantanal, em Cuiabá, teriam acusado o engenheiro civil Paulo Arifa, que também é servidor público federal de ter roubado um par de sapatos, que ele tinha acabado de comprar.

O servidor público de 38 anos comprava roupas e calçados para participar de uma reunião que foi antecipada. Nessa loja, ele comprou um par de sapatos e depois de pagar, já os calçou. Depois disso, foi para outro estabelecimento com o intuito de comprar uma calça. Nesta outra loja, ele foi abordado por um segurança enquanto saia do provador com a roupa.


No momento escutou a vendedora falando ‘ele pegou o sapato’, onde questionei sobre o que ela estava falando e ela repetiu que ele havia roubado o calçado. Nesse momento o segurança o abordou e pediu a nota fiscal.

Com a situação, o servidor ficou nervoso e não conseguiu encontrar o comprovante de pagamento. Ele conta que foi cercado por um grupo de seguranças enquanto respondia às acusações e chegou a ser empurrado enquanto tentava convencê-los que havia comprado o produto. Durante a confusão, Paulo Arifa pisou em falso e torceu o tornozelo.

Diante dos fatos de injúria, calúnia e lesão corporal, com repercussão na mídia nacional e estadual, o Crea-MT se solidariza ao profissional registrado no Sistema Confea/Crea, uma vez que denegriram sua imagem como profissional e ser humano de forma injusta. E por este ato repudia a atitude dessas pessoas despreparadas, contratadas pelas empresas ou estabelecimento comercial.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários