Cuiabá, 25 de Junho de 2024
Notícia Max
25 de Junho de 2024

CIDADES Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 17:07 - A | A

Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 17h:07 - A | A

DIAS 23 E 24 DE MAIO

Hemocentro realiza encontro sobre conscientização da doação de medula óssea

Serão dois dias de palestras e rodas de conversa sobre o tema, aproximando a população das organizações presentes

Da Redação

O MT Hemocentro, unidade especializada administrada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), realizará o VIII Encontro sobre Conscientização e Doação de Medula Óssea e o III Encontro Hematológico e Hemoterápico Mato-Grossense nos dias 23 e 24 de maio, no auditório do Tribunal de Contas do Estado (TCE), em Cuiabá.

Os dois encontros ocorrerão juntos, nos períodos matutino e vespertino, e serão voltados para profissionais multidisciplinares que atendem pacientes com doenças hematológicas não oncológicas, estudantes e toda a hemorrede pública. A inscrição pode ser realizada por meio deste link e o cronograma pode ser encontrado neste link.

Nos dois dias serão realizadas palestras e rodas de conversa sobre os temas, com a participação de especialistas do banco de sangue, da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e da Universidade de São Paulo (USP), entre outras instituições públicas e filantrópicas.

Segundo a diretora do MT Hemocentro, Gian Carla Zanela, essa será uma oportunidade de aproximar a população das organizações que estarão presentes, além do acesso aos estudos recentes para o tratamento de doenças e dos avanços na saúde.

“Essa é uma oportunidade de disseminar o conhecimento, além de melhorar a qualidade dos serviços para oferecer uma melhor acolhida aos pacientes. O objetivo é padronizar a assistência, de forma que o paciente que era tratado no MT Hemocentro e tem algum tipo de doença hematológica, não oncológica, seja atendido da mesma forma pela atenção primária, secundária e terciária e pela hemorrede estadual, que tem unidades descentralizadas pelo interior do estado”, destaca.

Sobre a medula óssea, a diretora ainda aponta a importância da realização dos cadastros no Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome), como forma de unificar os dados e garantir que as doações encontrem pacientes compatíveis. “Quanto mais pessoas estiverem cadastradas, maior a probabilidade de haver a doação de medula para qualquer outra pessoa no mundo”, afirma.

A gestora ainda enfatiza que o Governo de Mato Grosso investe na qualidade de exames e serviços prestados aos usuários e na capacitação dos profissionais, ofertando um serviço mais abrangente e que atenda à expectativa da população.

Além da diretora Gian Carla Zanela, a mesa de abertura contará com a presença do secretário adjunto de Unidades Especializadas da SES, Luiz Antônio Ferreira, do responsável técnico do MT Hemocentro, Dr. Wolney Taques, e da coordenadora do Núcleo de Educação Permanente em Saúde do MT Hemocentro, Géssica Burgo.

Como doar medula óssea?

O doador voluntário deve realizar o agendamento da coleta por meio deste link. É necessário ter entre 18 e 35 anos, não possuir doenças hematológicas ou neoplásicas, além de doenças infecciosas ou do sistema imunológico, e apresentar documento oficial com foto.

Após a coleta de material, o doador passa a integrar o Redome, e aguarda a convocação em caso de compatibilidade. Para isso, é importante que os dados estejam sempre atualizados.

Serviço

Além do link de agendamento, as doações podem ser agendadas por meio dos telefones (65) 3623-0044 (Ramal 221 e 222) e WhatsApp (65) 98433-0624. A sede do MT-Hemocentro está localizada na Rua 13 de Junho, n.º 1.055, Centro Sul, Cuiabá.

O funcionamento regular da unidade ocorre de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários