Cuiabá, 21 de Maio de 2024
Notícia Max
21 de Maio de 2024

CIDADES Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016, 10:08 - A | A

Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016, 10h:08 - A | A

CAMPANHA

Iluminação de igreja centenária marca início do Outubro Rosa em Cuiabá

Santuário ficará cor-de-rosa durante todo o mês de outubro. Campanha é realizada para incentivar diagnóstico do câncer de mama.

G1-MT

igreja

Santuário Nossa Senhora Auxiliadora ganhou iluminação cor-de-rosa para lembrar a Campanha Outubro Rosa, de prevenção ao câncer de mama (Foto: Reprodução/TVCA)

O Santuário Nossa Senhora Auxiliadora, localizada na Avenida Tenente Coronel Duarte (Prainha), em Cuiabá, ganhou na noite desta quinta-feira (29) uma iluminação especial para marcar o início da campanha Outubro Rosa, de combate e prevenção ao câncer de mama. A estrutura ficará iluminada durante todo o mês de outubro. O objetivo é alertar a sociedade sobre os riscos da doença e conscientizar sobre a prevenção.

Durante o lançamento da campanha, organizada pela Associação de Trabalhadores Voluntários contra o Câncer de Mama em Mato Grosso (Mt Mamma), mulheres que fazem tratamento contra a doença foram homenageadas.

A cerimônia ainda contou com uma apresentação da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer em Mato Grosso, já são 710 novos casos em 2016, 100 a mais do que no ano passado. Só Cuiabá registrou 430 desses casos.

De acordo com a presidente do MT Mamma, Veralice Aparecida Valéria, quando o câncer de mama é diagnosticado no início, as chances de cura são de 95%. “Nós vamos alertar, nós vamos chamar a atenção das mulheres para a importância do diagnóstico precoce e do autoexame. Vamos cobrir a cidade de rosa para que toda a população fique consciente que a prevenção ainda é o melhor caminho”, explica.

Ainda que em casos raros, o câncer de mama também pode atingir homens. Hoje, 1% das pessoas diagnosticadas são do sexo masculino.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários