Cuiabá, 17 de Junho de 2024
Notícia Max
17 de Junho de 2024

ESPORTE Sábado, 15 de Maio de 2021, 08:36 - A | A

Sábado, 15 de Maio de 2021, 08h:36 - A | A

OLIMPÍADAS

Isaquias Queiroz é prata no C1 1000m na Copa do Mundo de canoagem

Medalhista olímpico, que não competia há quase dois anos, fica a dois segundos de alemão

Globo Esporte

Foram 21 meses apenas de treinos. Mas nada que tirasse Isaquias Queiroz do caminho do pódio. Neste sábado, o brasileiro ficou em segundo lugar, com 4m00s49, na categoria C1 1000m na etapa de Szeged, na Hungria, da Copa do Mundo da modalidade. O medalhista olímpico se recuperou depois de um início difícil e chegou a brigar pelo ouro no fim. A vitória ficou com o alemão Conrad-Robin Scheibner, que liderou desde o início da prova e fechou com 3m58s49. O tcheco Martin Fuska, grande rival de Isaquias, completou o pódio.

Na final, Isaquias, que largou na raia 5, adotou um ritmo mais controlado no início da prova. Na raia 1, protegido pela borda da área de disputa, o alemão Conrad-Robin Scheibner aproveitou o fato de não encarar um vento tão forte para imprimir uma velocidade muito grande desde o começo. Isaquias se recuperou na segunda metade e pulou para o segundo lugar. Chegou a brigar pelo título contra o alemão, já cansado, mas não conseguiu superá-lo antes da linha de chegada.

Brasileiros na final
Jacky Godmann e Filipe Vieira, dois jovens atletas, ficaram em quarto lugar na final do C2 500m, com 1min43s16. A vitória ficou com os espanhóis Martinez e Garcia, com 1min42s14. A dupla não vai disputar as Olimpíadas de Tóquio, mas já está sendo preparada para os próximos anos e teve bom desempenho na Hungria. Nas semifinais, eles ficaram com o terceiro melhor tempo, com 1m47s78.

O caminho de Isaquias até a final
Na semifinal da prova do C1 1000m, na sexta-feira, Isaquias Queiroz já havia vencido sua série com o tempo de 3m59s66, só 18 centésimos na frente do tcheco Martin Fuska, segundo colocado. Já o outro brasileiro na disputa, o também medalhista olímpico Erlon Souza ficou em quinto lugar em sua série e vai disputar a final B.

Isaquias e Erlon já estão classificados para as Olimpíadas, graças às vagas conquistadas pelo Mundial de 2019. Ali, Isaquias foi campeão na prova individual, o C1 1000m, e a dupla Isaquias/Erlon levou o bronze no C2 1000m.

Nas eliminatórias, disputadas mais cedo na sexta-feira, Isaquias já tinha vencido sua bateria do C1 1000m com o tempo de 4m02s35, enquanto Erlon foi o vencedor da outra série com 4m08s37.

CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo para receber as últimas do Noticia Max.

0 Comentários